Darko Vojinovic/AP
Darko Vojinovic/AP

Revelação cubana mostra confiança para jogo contra o Brasil

Wilfredo León, de apenas 15 anos, foi o principal destaque da vitória da equipe sobre a Argentina por 3 sets a 1

EFE,

22 de julho de 2009 | 20h11

O cubano Wilfredo León, de 15 anos e destaque da seleção masculina de vôlei de seu país, disse que a equipe terá que fazer uma grande partida para superar o Brasil no duelo desta quinta-feira, pela Liga Mundial.

Veja também:

linkSeleção estreia contra Cuba na fase final da Liga Mundial

linkCuba vence Argentina na fase final da Liga Mundial

León foi o destaque da vitória de Cuba por 3 sets a 1 sobre a Argentina, pela primeira rodada do Grupo F da fase final, em Belgrado (Sérvia).

"Hoje (quarta) jogamos muito bem e teremos que fazer uma grande partida contra o Brasil, pois nossa intenção é ficar com o primeiro lugar da chave, para enfrentar o segundo do outro grupo na semifinal", disse.

León, que completará 16 anos em 31 de julho, garantiu que Cuba tem condições de garantir o título da Liga Mundial na Sérvia.

"Viemos ganhar a medalha de ouro e podemos consegui-la. Para isso, nossa equipe não poderá repetir os muitos erros que cometemos hoje", declarou.

O técnico de Cuba, Orlando Samuel, analisou o desempenho da nova estrela do vôlei do país. "León fez uma grande partida. Sua mãe é treinadora de vôlei e seu pai, lutador. É uma família muito ligada ao esporte, da província de Santiago de Cuba. Ele sempre jogou em categoria superior à sua idade, e com quatorze anos já atuava na seleção principal. Acho que tem um grande talento", concluiu.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.