Rexona inscreve a veterana Virna na Superliga feminina

Experiente jogadora não entra em quadra profissionalmente desde 2005, quando deixou o Chieri, da Itália

Redação,

13 de janeiro de 2009 | 14h34

O Rexona/Ades (RJ), líder da Superliga feminina de vôlei, voltou a surpreender e anunciou nesta terça-feira a inscrição da veterana ponta Virna, de 37 anos, na competição. A equipe carioca já havia inscrito na competição a também experiente levantadora Fernanda Venturini, esposa do técnico do time, Bernardinho.Veja também: Rexona inscreve Fernanda Venturini na SuperligaAssim como Venturini, Virna só entrará em quadra em caso de extrema necessidade. Ele pode substituir a ponta Michelle, que está doente e pode ser obrigada e ficar longe de vôlei por algum tempo.Virna não joga vôlei de quadra profissionalmente desde 2005, quando deixou o Chieri, da Itália, e passou a se dedicar ao vôlei de praia. Na nova modalidade, ela ainda não conseguiu muito sucesso, mas promete ao lado da parceira Ângela buscar uma vaga nos Jogos Olímpicos de Londres, em 2012.Além disso, a atleta assumiu no início deste ano o cargo de assessora especial da Secretaria Municipal de Esporte e Lazer da prefeitura de Natal (RN). No entanto, ela já avisou que não pretende deixar de morar no Rio de Janeiro.A ponta Virna se destacou pela seleção brasileira principalmente nos anos 90. Faturou duas medalhas de bronze olímpicas, em Atlanta (1996) e Sydney (2000), e ainda ganhou três vezes o Grand Prix, em 1996, 1998 e 2004. Após o fracasso nos Jogos de Atenas, em 2004, nunca mais jogou pelo Brasil.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.