Rexona vence Osasco e ganha sexto título da Superliga

O Rexona-Ades, do Rio de Janeiro, confirmou neste sábado a sua hegemonia no vôlei brasileiro ao derrotar o Finasa/Osasco por 3 sets a 2, com parciais de 25/22, 21/25, 18/25, 27/25 e 15/12, e conquistar o título da Superliga Feminina 2008/2009, em duelo realizado no Ginásio do Maracanãzinho, no Rio de Janeiro.

AE, Agencia Estado

18 de abril de 2009 | 12h28

Com a vitória, o time, dirigido por Bernardinho, já tem seis títulos nacionais. A conquista confirmou a melhor campanha do Rexona-Ades na fase de classificação da Superliga, mesmo numa temporada em que perdeu as campeãs olímpicas Thaíssa e Sassá para o rival Osasco.

O duelo deste sábado foi, como esperado, muito equilibrado. No primeiro set, as duas equipes se alternaram no comando do placar, mas o Rexona foi superior nos momentos finais e fechou em 25/22. O segundo set foi dominado pelo Osasco, que conseguiu seis pontos de bloqueio, e venceu por 25/21.

O Osasco manteve o domínio no terceiro set e contou com cinco aces seguidos da campeã olímpica Carol Albuquerque para fechar em 25/18. O Rexona liderou o placar em quase todo quarto set. O Osasco, porém, reagiu e empatou o duelo em 20/20. Mas o time do Rio de Janeiro conseguiu vencer por 27/25 e levar a disputa para o tie-break.

No tie-break, o Osasco abriu dois pontos de vantagem logo no início da disputa. O Rexona, porém, reagiu e conseguiu empatar em 7/7. Nos momentos decisivos da disputa, Monique foi muito acionada e se tornou a principal responsável pela vitória por 15/12 no set que decidiu o título da Superliga Feminina de Vôlei.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.