Divulgação/Photoegrafia
Divulgação/Photoegrafia

Rio de Janeiro derrota São Caetano na Superliga Feminina

No Ginásio Lauro Gomes, equipe carioca ganha por 3 a 0; Osasco volta a vencer e passa pelo Mackenzie

AE, Agencia Estado

27 de fevereiro de 2010 | 20h12

Em jogo com cinco campeãs olímpicas em quadra, o Unilever se saiu melhor e venceu o clássico com o Blausiegel/São Caetano, neste sábado, por 3 sets a 0, com parciais de 29/27, 25/22 e 25/21, pela sexta rodada do returno da Superliga feminina de vôlei.

Fabi e Fabiana, medalhas de ouro em Pequim, defenderam a equipe carioca, enquanto Mari, Sheilla e Fofão representaram o time da casa. Mari foi o destaque da partida ao marcar 22 pontos. Pelo Unilever, Fabiana contribuiu com 14.

A vitória manteve as cariocas na briga pela liderança da Superliga. Elas somam 31 pontos, três a menos que o líder Pinheiros/Mackenzie e dois a menos que o Sollys/Osasco. Já o São Caetano é o quinto colocado, com 29.

O resultado positivo, que consolidou a boa fase do Unilever, após seguidos tropeços, foi comemorado pelo técnico Bernardinho. "Mais do que avaliar a parte técnica em si, hoje foi importante a determinação da equipe. Diante de um adversário difícil, mesmo em momentos difíceis, o time soube lutar", aprovou.

A ponteira Érika também ficou satisfeita com a atuação da equipe. "Estamos trabalhando muito para afastar a pressão natural em cima do atual campeão da Superliga. Estamos nos recuperando jogo a jogo, ponto a ponto", declarou. "O mais importante foi mostrar que o time está vivo no campeonato. Ainda tem muita Superliga pela frente", reforçou a levantadora Dani Lins.

Ainda em São Paulo, o Sollys/Osasco se reabilitou do tropeço da rodada passada e derrotou o Mackenzie/Newton Paiva (MG), por 3 sets a 0, parciais de 25/11, 25/12 e 26/24. A equipe, que perdeu a liderança no meio da semana, segue na segunda colocação, com 33 pontos.

"Viemos de uma derrota em casa e queríamos muito a vitória. Jogamos bem, com tranquilidade, mas demos uma cochilada no terceiro set. Ainda bem que conseguimos recuperar isso e sair com o 3 sets a 0", analisou a oposto Natália, do Osasco.

O líder Pinheiros/Mackenzie também fez a lição de casa e venceu o Usiminas/Minas por 3 sets a 2, com parciais de 20/25, 25/19, 20/25, 25/22 e 15/10, diante de sua torcida. A equipe paulista soma 34 pontos, enquanto as mineiras têm 30, na quarta colocação.

Em São Bernardo, as donas da casa bateram o Macaé Sports por 3 a 0, parciais de 25/17, 25/18 e 25/14, enquanto o Sport/Banco BMG passou pelo Cativa/Opnnus por 3 a 2 - 25/22, 23/25, 16/25, 25/23 e 15/09, em Recife.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.