Rússia quebra jejum e vence Europeu Feminino de Vôlei

Atual campeã mundial, a Rússia confirmou o favoritismo para encerrar um jejum de 12 e conquistar, neste sábado, o título do Campeonato Europeu Feminino de Vôlei. Diante de mais de 9 mil torcedores em Berlim, as russas venceram as donas de casa por 3 sets a 1, parciais de 25/23, 23/25, 25/23 e 25/14.

AE, Agência Estado

14 de setembro de 2013 | 21h13

Maior campeã da história do continente - é herdeira das conquistas da União Soviética - a Rússia não ganhava o Europeu há 12 anos. Com o 18º título, vai ser a representante europeia na Copa dos Campeões, que acontecerá no fim do ano, no Japão, com a presença dos donos da casa e dos demais campeões continentais.

Além disso, o time comandado por Tatiana Kosheleva, eleita melhor jogadora da competição, carimbou passaporte junto com a vice-campeã Alemanha para disputar o Mundial do ano que vem, na Itália. As donas da casa também já têm vaga garantida na competição.

Na decisão do terceiro lugar do Europeu, também em Berlim, surpreendente vitória da Bélgica, apenas 39ª colocada no ranking mundial, sobre a campeã europeia de 2011, a Sérvia, em cinco sets, parciais de 23/25, 25/21, 28/26, 21/25 e 15/11.

Tudo o que sabemos sobre:
vôleiRússia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.