Nati Harnik/ AP
Nati Harnik/ AP

Rússia vence por 3 a 0 e Brasil fica longe do título no Grand Prix

Seleção feminina é a única a perder sets na competição

Estadão Conteúdo

23 de julho de 2015 | 19h21

A seleção brasileira feminina de vôlei ficou mais longe do 11º título do Grand Prix nesta quinta-feira ao sofrer sua primeira derrota na competição, para a vilã Rússia, em Omaha, nos Estados Unidos. Ao perder por 3 sets a 0, com parciais de 19/25, 26/28 e 19/25, o time comandado pelo técnico Paulo Coco ficou em situação difícil nesta fase final.

As chances de título brasileiro caíram porque a Rússia já despontou na primeira colocação desta fase, disputada em confronto direto entre todas as seleções - quem somar mais pontos conquista o troféu. As russas venceram suas duas partidas por 3 a 0. Além disso, os Estados Unidos podem passar o Brasil se vencerem a Itália. Na estreia, as norte-americanas também buscaram vitória por 3 a 0.

Além da derrota sem vencer sets nesta quinta, a equipe brasileira perdeu set na estreia na fase final, contra a China. Assim, precisará de uma combinação de resultados para seguir com chances até o último dia da competição, no domingo.

O primeiro revés da seleção neste Grand Prix mostrou a superioridade russa, diante do time misto do Brasil - a maior parte das titulares estão disputando os Jogos Pan-Americanos de Toronto, no Canadá. Como aconteceu diante da China, a equipe nacional foi liderada pela levantadora Dani Lins e por Natália, maior pontuadora do time na partida, com 11 pontos. Monique se destacou com 10 pontos.

Mesmo assim, o Brasil esteve longe de se equiparar ao time russo. Para efeito de comparação, a maior pontuadora da Rússia, Nataliya Goncharova, anotou 24 pontos. Alexandra Pasynkova, a segunda melhor em quadra, registrou 14.

Assim, a Rússia liderou o primeiro set desde o início e não chegou a ser ameaçada. No segundo set, o melhor do Brasil, as russas lideraram até a definição do set. As brasileiras buscaram a virada ao fazerem 22/21. Chegaram a ter o set point, mas as rivais se defenderam bem e venceram o set.

Abaladas pelas derrotas nos dois primeiros sets, as brasileiras caíram muito de rendimento na terceira parcial. As russas aproveitaram o momento favorável e não demoraram para deslanchar até fecharem o set com seis pontos de vantagem no placar.

Para tentar reagir no Grand Prix, o Brasil vai enfrentar o Japão nesta sexta-feira. Um novo revés acabaria definitivamente com as chances brasileiras de buscar o título.

Tudo o que sabemos sobre:
vôleiGrand PrixBrasilRússia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.