Divulgação FIVB
Divulgação FIVB

Sada Cruzeiro aposta no fator casa na busca pelo título mundial

Mundial de Clubes começa nesta terça-feira em Betim (MG) e cruzeirenses estreiam contra equipe dominicana, às 20 horas

O Estado de S. Paulo

15 de outubro de 2013 | 08h03

BETIM - Depois do vice-campeonato em 2012, o Sada Cruzeiro estreia nesta terça-feira no Mundial de Clubes em busca do título inédito. Para isso, a equipe mineira terá o importante apoio de sua torcida, já que o torneio, que reúne seis campeões continentais, será disputado no Ginásio Divino Braga, em Betim (MG). O primeiro jogo será contra o La Romana, da República Dominicana, às 20 horas.

 

"Jogar em casa sempre é especial e tenho certeza de que, como sempre, nossa torcida irá nos apoiar do início ao fim e, de certo modo, é uma pressão a mais para o adversário também", afirma o oposto Wallace, que entrou na lista dos melhores da competição do ano passado entre os sacadores.

 

A opinião de Wallace é endossada pelo levantador William, capitão da equipe cruzeirense e escolhido como o melhor da posição no torneio de 2012. "Tenho certeza de que será um grande Mundial. O mineiro respira vôlei e poder sediar um campeonato com os melhores do mundo é sensacional."

 

O algoz do ano passado, Trentino, está no torneio para buscar o quinto título mundial. A equipe, porém, não teve um resultado tão bom no último Campeonato Europeu - ficou em oitavo lugar - e a competição foi vencida pelo Lokomotiv Novosibirsk. Os russos, estreantes no Mundial, estão no grupo do Sada Cruzeiro e contam com dois destaques da seleção do país - o oposto Zhilin e o central Volvich -, campeã da Liga Mundial este ano contra o Brasil.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.