Reprodução/Twitter/sadacruzeiro
Reprodução/Twitter/sadacruzeiro

Sada Cruzeiro festeja pentacampeonato sul-americano de vôlei após tranquila vitória

Equipe mineira derrotou o Lomas Volley-ARG em casa por 3 sets a 0 e chega ao 30º título desde 2010

Estadão Conteúdo

04 Março 2018 | 10h54

Os jogadores do Sada Cruzeiro se demonstraram extremamente entusiasmados após conquistarem na noite deste sábado mais um enorme feito. Atuando no ginásio Tancredo Neves, em Montes Claros, a equipe brasileira dominou o argentino Lomas Voley, ganhou por 3 sets a 0, com parciais de 25/19, 25/18 e 25/20, e faturou o pentacampeonato do Sul-Americano de Vôlei.

+ Pedro Solberg e George perdem em semi e busca o bronze no vôlei de praia nos EUA

+ Mais notícias de Vôlei

O tranquilo resultado ampliou o domínio da equipe no vôlei regional. O Cruzeiro também conquistou o Sul-Americano em 2012, 2014, 2016 e 2017, além de ter obtido o seu 30º título desde 2010.

Feitos que foram muito enaltecidos pelo capitão Filipe, que completou 38 anos na última quinta-feira. "Este foi o melhor presente de aniversário possível! Essa nossa família Sada Cruzeiro está de parabéns, mais um título de Sul-Americano e mais uma oportunidade de disputar o Mundial de Clubes", celebrou o atleta, que também parabenizou toda a equipe.

"É mais um ano em que estamos firmes, ganhando títulos e mostrando a nossa força. Esta equipe está toda de parabéns, atletas, comissão técnica, que seguem fazendo um trabalho maravilhoso", acrescentou.

Um dos grandes destaques da decisão com 13 pontos, apenas dois a menos do que o principal pontuador, o ponteiro Leal, Isac aprovou sua atuação e destacou o bom desempenho coletivo do Cruzeiro na final.

"Eu fiquei feliz pela minha atuação, mas hoje (sábado) todo o time jogou muito bem. Conseguimos colocar em quadra tudo o que a gente tinha estudado antes sobre a equipe deles, neutralizamos as principais armas e fizemos o nosso melhor. O nosso saque funcionou desde o início e atacamos muito bem também durante todo o jogo. É uma alegria imensa comemorar mais um título com essa camisa", disse o central.

Mais conteúdo sobre:
vôlei

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.