Divulgação
Divulgação

Sada Cruzeiro perde para o UPCN e é vice no Sul-Americano de vôlei

Na busca pelo tricampeonato continental, time mineiro é derrotado pelo rival argentino, que vai ao Mundial. Taubaté fica em 4.º lugar

O Estado de S. Paulo

16 Fevereiro 2015 | 13h30

O Sada Cruzeiro foi derrotado pelo argentino UPCN e ficou com o vice-campeonato do Sul-Americano de Clubes de Vôlei, disputado em San Juan (Argentina). O time brasileiro, que brigava pelo terceiro título continental (foi campeão em 2012 e 2014), reagiu na partida mas não resistiu ao rival no tie-break, perdendo por 3 sets a 2 (25/21, 25/18, 18/25, 21/25 e 16/14). O UPCN também foi algoz do outro time brasileiro na competição, o Funvic Taubaté, que perdeu para os argentinos na semifinal e terminou em quarto lugar na sua primeira participação da competição.

Com o resultado, o UPNC está classificado para a disputa do Mundial de Clubes, de 5 a 10 de maio, no Brasil. A cidade-sede ainda não está definida, e o time mineiro está na briga para, mais uma vez, ser o anfitrião - em 2013 e 2014, os jogos foram realizados em Belo Horizonte. Isso porque o dono da casa recebe o convite para disputar o torneio.


O Sada Cruzeiro chegou à final sem ter perdido um set sequer, mas o clube argentino começou a decisão com força. Teve o apoio do torcedor e muito volume defensivo, conseguindo abrir 2 a 0 na partida. O time brasileiro, à beira da derrota, reagiu na partida. Melhorou no passe e sacou bem. Assim, conseguiu o empate. Mas, no set final, os argentinos foram decisivos.

“Começamos o jogo com dificuldade nas ações. Eles defendiam bastante e complicaram muito nossa virada de bola. Faltou tranquilidade para a gente sair dessa situação. Depois nos encontramos, jogamos melhor, mas o jogo estava para eles no tie-break", analisou o ponta Filipe. "O UPCN jogou bem e mereceu a vitória. Mas nossa equipe foi guerreira e lutou até o fim”.

Wallace, escolhido como o melhor oposto, disse que a derrota foi dolorosa, afinal, o time mineiro buscava o 15º título em cinco anos. "Foi difícil, eles jogaram muito bem e não podemos tirar o mérito deles. Perder é sempre muito ruim, ainda mais para este time que está acostumado a vencer. Mas serve de aprendizado, vamos refletir sobre o que erramos e ver o que podemos fazer melhor”.

Os dois times brasileiros se concentram agora para a disputa da reta final da fase de classificação da Superliga. A penúltima rodada do returno será no sábado, dia 21. Líder disparado, com 18 vitórias em 20 jogos, o Sada Cruzeiro viaja para Campinas e enfrenta o Brasil Kirin, terceiro colocado. Já o Funvic/Taubaté, vice-líder com 15 vitórias, enfrenta o São Bernardo no ABC Paulista.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.