São Caetano quer surpreender BCN

O técnico Hairton Cabral investirá no jogo de risco - com variação de jogadas - e em motivar suas jogadoras com o argumento de "que estão cada vez mais próximas de uma vitória" contra o favorito BCN/Osasco. Se uma equipe sem estrelas, de orçamento modesto, que surpreendeu ao chegar a decisão, como é o São Caetano, conseguiu equilibrar o primeiro jogo com o BCN, por que não pode ganhar? Hairton disse, nesta sexta-feira, às meninas que a diferença entre os times é cada vez menor. BCN e São Caetano fazem o segundo jogo da decisão neste sábado, às 20 horas, no Ginásio Prof. José Liberatti, em Osasco (com SporTV).A justificativa principal de Hairton está no placar da primeira partida da série melhor-de-três do playoff final: quinta-feira, São Caetano perdeu, por 3 sets a 2 (25/16, 20/25, 16/25, 25/22 e 13/15). "Os outros três jogos do ano foram 3 a 0. Desta vez, levamos a partida ao tie-break. A derrota teve sabor de vitória."O técnico insiste que as "meninas sabem que têm chance de vitória". São Caetano precisa empatar a série para provocar outro jogo na terça-feira. Uma vitória dá ao BCN, o título de campeão paulista.O técnico do BCN, José Roberto Guimarães, que terá de volta Virna e Jaqueline - estavam com a seleção no Japão -, adotou a cautela diante da perseverança adversária. "São Caetano tem volume de jogo e luta muito."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.