Seleção brasileira sofre para vencer Cuba no Grand Prix

Equipe de Zé Roberto ganhou por 3 sets a 2, com parciais de 29/31, 25/18, 25/19, 24/26 e 15/8

AE, Agência Estado

22 de junho de 2012 | 11h21

LUOHE - A seleção brasileira feminina de vôlei sofreu, mas conseguiu vencer Cuba por 3 sets a 2, com parciais de 29/31, 25/18, 25/19, 24/26 e 15/8, nesta sexta-feira, na primeira partida pela terceira etapa do Grand Prix. A equipe do técnico José Roberto Guimarães está no Grupo K, que está sendo disputado na cidade de Luohe, na China.

Com o resultado, o Brasil chegou ao sexto triunfo em sete partidas no geral. No entanto, o placar prova que a seleção está tendo dificuldade para ganhar seus jogos, já que este foi o quinto vencido por 3 sets a 2. Já Cuba sofreu sua segunda derrota na competição.

Foi justamente Cuba que começou melhor na partida desta sexta, mas tinha dificuldade para se distanciar no placar, que permanecia equilibrado. Este cenário foi levado até os últimos pontos, quando as cubanas, após 33 minutos de set, conseguiram fechar por 31 a 29.

Para a segunda parcial, José Roberto Guimarães fez uma alteração que surtiu efeito: Paula Pequeno no lugar de Fernanda Garay. Forçando bastante o saque, o Brasil abriu vantagem e fechou por 25 a 18. O cenário se repetiu no terceiro set, com Paula Pequeno e Sheilla se destacando, e o time brasileiro venceu novamente com certa facilidade, por 25 a 19.

O equilíbrio voltou a acontecer no quarto set. As duas equipes se alternavam na liderança, mas não conseguiam se distanciar. Cuba teve a chance de fechar, o Brasil impediu, mas na sequência não teve jeito: 26 a 24 para as cubanas.

Quando parecia que a partida seria equilibrada até o fim, a seleção brasileira atropelou no quinto set e chegou a estar vencendo o tie-break por oito pontos. Com a vantagem, a equipe relaxou, permitiu alguns pontos cubanos, mas fechou por 15 a 8.

O Brasil volta à quadra neste sábado para enfrentar Porto Rico, às 8h30 (horário de Brasília). Na terceira e última rodada desta fase, as adversárias serão as chinesas, donas da casa, no domingo, no mesmo horário.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.