Kazuhiro Nogi/AFP
Kazuhiro Nogi/AFP

Seleção feminina de vôlei bate Camarões e sobe para o 4º lugar na Copa do Mundo

Resultado foi importante para manter o Brasil dentro da disputa pela medalha de bronze; equipe tem 18 pontos e a terceira colocada, Rússia, soma 20

Redação, Estadão Conteúdo

27 de setembro de 2019 | 09h12

A seleção brasileira feminina de vôlei começou bem a sua arrancada final na Copa do Mundo, que está sendo realizada no Japão, para conseguir um lugar no pódio. Nesta sexta-feira, na cidade de Osaka, pela nona e antepenúltima rodada, o time comandado pelo técnico José Roberto Guimarães derrotou Camarões com facilidade por 3 sets a 0 - com parciais de 25/11, 25/17 e 25/18, em apenas 1 hora e 10 minutos - e subiu para a quarta colocação na tabela de classificação.

O triunfo sobre as camaronesas foi o sexto do Brasil na competição. Com 18 pontos, a seleção ultrapassou a Holanda, que perdeu por 3 sets a 1 para a líder China (26) e parou nos 16. E encostou na Rússia, a terceira colocada, que tem 20 depois da derrota por 3 a 2, nesta sexta-feira, para os Estados Unidos, que estão em segundo lugar com 22.

Na última rodada da Copa do Mundo, neste domingo, o Brasil terá um confronto direto contra a Rússia. Para chegar com chances de obter o terceiro lugar, a seleção precisa vencer o compromisso que terá neste sábado (23 horas desta sexta-feira no horário de Brasília) contra a Coreia do Sul. As russas enfrentarão Camarões.

A central Mara foi a maior pontuadora do Brasil na vitória sobre as africanas, com 11 acertos. A oposta Lorenne, com 10 pontos, também se destacou na partida. Apesar da derrota, Camarões teve a maior pontuadora do confronto, a atacante Moma, com 13 acertos.

A central Bia comentou sobre a partida e falou da importância do resultado na busca das brasileiras pela medalha de bronze na competição. "Saímos muito felizes dessa partida. Foi uma boa vitória contra uma seleção que evoluiu bastante. Jogamos contra Camarões no Pré-Olímpico, mas agora elas estavam com um time diferente. O mais importante foi termos estudado bem a equipe delas e aplicamos isso no jogo. Ainda brigamos pelo pódio com a Rússia e a Holanda. Estamos no caminho do nosso objetivo que é conquistar uma medalha nessa Copa do Mundo", disse.

Zé Roberto Guimarães parabenizou o time pela atuação contra Camarões. "Foi uma vitória importante para nossa sequência na competição. O comportamento foi muito positivo em relação a foco e concentração durante toda a partida. A ideia hoje (sexta-feira) era dar ritmo de jogo às jogadoras porque ainda teremos dois confrontos difíceis pela frente", analisou o técnico, que comentou também sobre os próximos desafios das brasileiras.

"Temos que continuar acreditando que é possível essa medalha de bronze. Teremos dois jogos difíceis contra escolas diferentes. Uma de muita velocidade (Coreia do Sul) e outra de bolas altas e de um bloqueio pesado (Rússia). Nosso time está bem focado na disputa do terceiro lugar", completou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.