Seleção feminina de vôlei fecha preparação em Saquarema visando o Sul-Americano

A seleção brasileira feminina realizou nesta quinta-feira o seu último treino no CT da Confederação Brasileira de Vôlei, em Saquarema (RF), antes da disputa do Campeonato Sul-Americano, que será disputado entre 29 de setembro e 3 de outubro, em Cartagena, na Colômbia.

Estadão Conteúdo

24 de setembro de 2015 | 17h12

A equipe nacional irá embarcar neste domingo para a disputa da competição, na qual integrarão o Grupo B, que também conta com Argentina, Chile e Uruguai. A estreia do time bicampeão olímpico comandado pelo técnico José Roberto Guimarães será na próxima terça, contra as uruguaias, às 19 horas (de Brasília).

Franca favorita à conquista do 19º título sul-americano da história da seleção feminina de vôlei, o Brasil usará o torneio como preparação para os Jogos Olímpicos do Rio, em 2016. E embora o nível da competição seja fraco para os padrões mundiais, as brasileiras exaltaram o peso que a mesma possui como teste para a Olimpíada.

"O Sul-Americano é um evento importante. Além disso, essa competição é uma parte determinante na preparação para os Jogos Olímpicos do Rio. Estamos treinando bastante e sabemos que teremos pouco tempo de preparação na próxima temporada. Por isso, precisamos aproveitar o máximo esse ano", afirmou a ponteira Fernanda Garay, em declarações reproduzidas pelo site oficial da CBV.

A central Fabiana, por sua vez, enfatizou que "todas as competições são difíceis" e que "o Sul-Americano é determinante para nossa equipe estar junta e jogando mais". "Sabemos que temos que entrar sempre firmes e vivemos um ano pré-olímpico. A Argentina, por exemplo, é uma equipe de boa qualidade, onde algumas atletas jogam na Superliga e tem experiência internacional", lembrou.

O Brasil ainda busca o seu primeiro título nesta temporada em uma competição oficial do vôlei feminino, depois de ter ficado com a medalha de bronze no Grand Prix e com a prata nos Jogos Pan-Americanos. O único troféu de campeão veio no torneio amistoso chamado de Copa Rio Internacional, no Maracanãzinho, no Rio, onde ficou com o título ao superar Alemanha, Bulgária e Holanda.

Tudo o que sabemos sobre:
vôleiBrasilSul-Americano de Vôlei

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.