CBV/Twitter
CBV/Twitter

Seleção feminina de vôlei perde para a Polônia no Torneio de Montreux

Brasileiras são superadas pelas polonesas por 3 sets a 2, na Suíça

Estadão Conteúdo

05 Setembro 2018 | 19h26

Na reta final de preparação para o Mundial, a seleção brasileira feminina de vôlei sofreu nesta quarta-feira a primeira derrota no Torneio de Montreux. Atual campeã do torneio suíço, a equipe dirigida por José Roberto Guimarães perdeu para a Polônia por 3 sets a 2, com parciais de 25/20, 21/25, 22/25, 25/22 e 15/12.

Na terça-feira, o Brasil, que foi campeão do Torneio de Montreux em sete oportunidades, havia estreado na competição com vitória por 3 a 1 sobre a Rússia. Mas acabou sucumbindo nesta quarta-feira diante das polonesas. E vai encerrar a sua participação no Grupo B na sexta, quando duelará com Camarões, a partir das 16h15 (horário de Brasília).

No duelo com a Polônia, Zé Roberto escalou Dani Lins, Carol, Adenízia, Rosamaria, Gabi e Fernanda Garay como titulares, além da líbero Suelen. Além disso, promoveu as entradas de Roberta, Natália, Drussyla e Monique Pavão durante o confronto. Já Thaisa nem foi utilizada

O Brasil sofreu com a grande atuação de Malwina Smarzek, que marcou 31 pontos pela seleção polonesa. Julia Twardowska foi outro destaque da equipe, com 17 pontos, um a mais do que Rosamaria e Drussyla, principais pontuadoras da seleção no revés desta quarta-feira.

Mesmo fora do Mundial, a seleção polonesa deu trabalho ao Brasil desde o começo do confronto. No primeiro set, chegou a abrir 8/3. A seleção reagiu e até virou momentaneamente o placar, mas permitiu novamente que as rivais deslanchassem. E nem as entradas de Roberta e Drussyla impediram a derrota por 25/20.

O Brasil, porém, se recuperou durante o segundo set, quase sempre liderando o placar. Zé Roberto aproveitou para promover o retorno de Natália, que sacou e fez o fundo de quadra, após longo período de afastamento por lesão. E a seleção fechou a parcial em 25/21, após desperdiçar três set points.

No terceiro set, já sem Fernanda Garay e com Drussyla na sua vaga, o Brasil voltou a dominar a parcial. A equipe abriu 9/4 logo no começo, conteve as tentativas de reação da Polônia e triunfou por 25/22, virando o placar da partida para 2 a 1.

Só que as polonesas não desanimaram. Fizeram um confronto equilibrado no quarto set e passaram à frente no momento de definição, triunfando por 25/22 e forçando a realização do tie-break.

No quinto set, então, a Polônia liderou o placar quase durante todos os momentos, abrindo confortáveis 8/5. Assim, conseguiu fechar a parcial em 15/12, impondo a derrota por 3 a 2 para a seleção brasileira.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.