CBV/Divulgação
CBV/Divulgação

Seleção feminina faz primeiro treino na China para fase final da Liga das Nações

Brasil vai enfrentar Estados Unidos, Sérvia, Holanda, Turquia e China na luta pelo título

Estadão Conteúdo

23 Junho 2018 | 16h26

Depois de encerrar um período de aclimatação no Japão, a seleção brasileira feminina de vôlei realizou neste sábado, em Nanjing, o seu primeiro treino na China visando a disputa da fase final da Liga das Nações, entre os dias 27 de junho e 1º de julho, justamente nesta cidade chinesa.

+ Seleção masculina bate a Polônia na Liga das Nações

O time comandado pelo técnico José Roberto Guimarães trabalhou em dois períodos, sendo um na quadra e outro na academia. A estreia da equipe nacional no estágio derradeiro da competição será contra a Holanda, no dia 28, às 8h15 (de Brasília).

A seleção brasileira terminou a fase classificatória na terceira posição, com 35 pontos, atrás apenas dos Estados Unidos, líderes, com 40, e da Sérvia, segunda colocada, com 37. Além destes países, Holanda, Turquia e a China (país sede) serão as outras equipes que estarão na luta pelo título.

"Já chegamos na China. Fizemos uma semana de aclimatação no Japão que foi ótima. Nos alimentamos bem, treinamos e ajustamos alguns aspectos do nosso jogo. Estamos adaptadas ao fuso horário e ansiosas para começar logo a fase final", afirmou a levantadora Roberta, neste sábado, em declarações reproduzidas pela Confederação Brasileira de Vôlei.

"O nosso primeiro jogo será contra a Holanda e já começamos a estudar a equipe delas. É um time rápido e forte fisicamente. Na terceira etapa vencemos a Holanda, mas sabemos que agora é um outro momento. Cada set e ponto são muito importantes", reforçou a jogadora.

Nesta fase final, o Grupo A é formado por Brasil, Holanda e China, enquanto a Grupo B terá Estados Unidos, Sérvia e Turquia. As duas primeiras colocadas das duas chaves avançarão às semifinais, com a seleção líder de cada grupo encarando a segunda colocada da outra chave na luta por vaga na decisão.

Essa é a primeira edição da Liga das Nações, que passou a ocupar no calendário o lugar do Grand Prix, torneio do qual o Brasil é o maior vencedor, com 12 títulos, e atual campeão. Depois de encarar as holandesas, a seleção terá pela frente a China no dia 29, às 9h30 (de Brasília), em seu último jogo na briga para ir às semifinais.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.