Alexandre Arruda/Divulgação/CBV
Alexandre Arruda/Divulgação/CBV

Seleção feminina vence Itália pela Copa Internacional de Vôlei

Comandadas de Zé Roberto seguem 100% nesta temporada, com dez vitórias consecutivas

AE, Agência Estado

16 de julho de 2011 | 12h50

BRASÍLIA - A seleção brasileira feminina de vôlei encerrou sua participação na Copa Internacional com 100% de aproveitamento, neste sábado, 16, ao derrotar a Itália por 3 sets a 0, com parciais de 25/18, 25/22 e 27/25), em 1h20 de jogo, no ginásio Nilson Nelson, em Brasília. O resultado no quadrangular manteve a invencibilidade das brasileiras nesta temporada, com dez vitórias consecutivas.

 

De volta à seleção após dez meses, a ponteira Mari foi um dos destaques da equipe do técnico José Roberto Guimarães. Neste sábado, ela marcou 18 pontos e foi a maior pontuador da partida.

 

"O grupo me recebeu novamente muito bem. Gostei da minha atuação ao longo deste torneio. Hoje, ainda tivemos alguns momentos de instabilidade ao longo da partida, mas soubemos decidir o jogo na hora certa", avaliou a atacante.

 

Ao fim da partida, Zé Roberto disse que ficou satisfeito com a atuação das brasileiras diante das italianas. "A Itália, apesar de não estar com o time completo, tem um grupo experiente, com atletas acostumadas a jogos internacionais. Por isso que é uma das melhores equipes do mundo", comentou.

 

O treinador, porém, ressalvou que a seleção ainda precisa de alguns ajustes para a disputa do Grand Prix, em agosto. "Nosso time está evoluindo a cada partida. Nosso passe ainda precisa melhorar, pois ainda cometemos alguns erros. Estamos sempre na busca de uma melhora no nosso sistema defensivo. Bloqueamos bem, mas ainda podemos crescer muito na defesa", avaliou.

 

Depois do bom aproveitamento no torneio amistoso, as jogadoras brasileiras vão ganhar folga até quarta-feira, quando se reapresentam para retomar os treinos, em preparação para o Grand Prix.

Tudo o que sabemos sobre:
vôleiCopa InternacionalBrasilItália

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.