Divulgação
Divulgação

Vôlei masculino prevê caminho difícil até final da Liga Mundial

Brasil terá Itália e EUA como rivais na primeira fase

Estadão Conteúdo

11 de julho de 2016 | 15h59

Depois do título da seleção feminina no Grand Prix, é a vez da seleção brasileira masculina de vôlei sonhar com o título às vésperas dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro. Para tanto, o time fez seu primeiro treino na Polônia, nesta segunda-feira, antes do início da fase final.

A delegação trabalhou nesta segunda na cidade de Cracóvia, que receberá as partidas desta última fase da competição. O primeiro desafio do Brasil será a tradicional Itália, nesta quarta, às 12h30. Depois, o adversário será os Estados Unidos, na sexta-feira, às 15h30. A melhor seleção deste grupo de seleções vai avançar à semifinal.

Diante dos desafios, o oposto Wallace admitiu a dificuldade que a seleção terá pela frente. "Sabemos que não vai ser um caminho fácil, temos grandes adversários aqui na Polônia, mas o time está bem fechado e temos ótimas expectativas para essas finais. Estamos muito focados, concentrados e querendo muito essa medalha de ouro", declarou.

Ciente das dificuldades, a seleção intensificou os treinos na última semana. As atividades consumiram os últimos cinco dias do grupo, em Euro Volley Center, em Vilvoorde, na Bélgica.

"Treinamos muito bem e a Liga Mundial está sendo muito boa para a nossa equipe. Eu quero ajudar a seleção a conquistar esse deca e eu, particularmente, ainda não tenho nenhum título da Liga, então, é algo que eu busco também. O time está bem, viemos com boas atuações na fase classificatória e esse é o caminho para continuarmos bem agora na fase final", disse Wallace, referindo-se à busca da seleção pelo seu 10º título na competição.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.