Divulgação/CBV
Divulgação/CBV

Seleção masculina de vôlei vence EUA pela segunda vez

No desafio contra os campeões olímpicos, brasileiros não encontram problema e fazem 3 sets a 0

AE, Agencia Estado

23 de setembro de 2009 | 22h49

Desta vez foi mais fácil. No segundo amistoso de uma série de cinco até o final de semana, a seleção masculina de vôlei derrotou os Estados Unidos, atuais campeões olímpicos, por 3 sets a 0 - com parciais de 25/19, 31/29 e 25/15 -, nesta quarta-feira, no ginásio Tancredo Neves, na cidade mineira de Montes Claros.

No primeiro jogo do duelo, na terça, o Brasil ganhou por 3 sets a 1. Com mais entrosamento e mais força em dois fundamentos - saque e bloqueio -, a equipe comandada por Bernardinho não deixou os jogadores dos Estados Unidos terem tranquilidade para armarem as jogadas. Desta maneira, os brasileiros conseguiram vencer o primeiro e terceiro sets.

A exceção foi a segunda parcial, quando os norte-americanos entraram em quadra mais ligados e exigiram bastante dos centrais do Brasil. Com boa defesa, facilitada pelo trabalho do meio de rede, a seleção brasileira conseguiu ganhar por apertados 31 a 29.

A partida desta quarta, no interior mineiro, marcou a estreia do ponteiro Maurício, eleito o melhor jogador do último Mundial juvenil, na seleção principal. Emocionado, ele lembrou que realizou outro sonho. "Jogar ao lado dos melhores do mundo é especial. Além disso, consegui realizar outro sonho, que era jogar ao lado do Giba. Falei isso para ele quando terminou a partida", disse.

O capitão Giba fez questão de ressaltar a qualidade do jovem talento brasileiro. "É indiscutível que ele tem muito talento. É um jovem de cabeça boa e que, sem dúvida, irá estar muitas e muitas vezes na seleção brasileira", afirmou.

Brasil e Estados Unidos voltam a se enfrentar nesta sexta, às 19 horas, desta vez em Uberlândia, no Triângulo Mineiro. A série de amistosos prossegue no sábado, às 17h30, e no domingo, às 10 horas, na mesma cidade.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.