Wander Roberto/Inovafoto/CBV
Wander Roberto/Inovafoto/CBV

Seleção masculina estreia com vitória sobre Austrália na Liga das Nações de Vôlei

Em Brasília, Brasil faz 3 sets a 0, com parciais de 25/14, 25/18 e 25/21

Redação, Estadão Conteúdo

08 de junho de 2022 | 23h39

A seleção brasileira masculina de vôlei estreou com uma vitória tranquila diante da Austrália, por 3 sets a 0, com parciais de 25/14, 25/18 e 25/21, na disputa da Liga das Nações, nesta quarta-feira, no Ginásio Nilson Nelson, em Brasília.

Comandada pelo técnico Renan Dal Zotto, a equipe volta à quadra, nesta quinta-feira, às 21 horas, frente à Eslovênia, enquanto os australianos só atuam na sexta-feira contra os mesmos adversários.

Adriano, de 20 anos, que fez sua estreia em jogos de Liga das Nações, estava muito feliz com a oportunidade. "Estou muito contente com essa primeira partida. É sempre um prazer e uma honra representar o Brasil, vestir esta camisa amarela. É algo que não tem preço. Fico feliz também em poder contribuir com este resultado e com o grupo. Com a força deste grupo, acredito que tudo vai dar certo. Me senti muito acolhido pelo time, todos me deram apoio ao longo do jogo, o que fez o nervosismo se dissipar."

O bloqueio brasileiro foi o responsável pela fácil vitória na primeira parcial por 25/14. No segundo set, o Brasil manteve o ritmo no ataque e foi favorecido pelos constantes erros australianos no saque, proporcionando mais uma triunfo, desta vez, em 25/18.

O terceiro set foi o mais disputado, com a Austrália assumindo a liderança no placar com 3/2. O jogo permaneceu equilibrado até a metade do set. No final, a maior experiência do time brasileiro foi determinante para manter a calma e não cometer erros nos momentos decisivos, ao fechar a partida com 25/21.

“Precisamos de muita concentração, não só em razão dos adversários, mas em relação às mudanças do regulamento. O tempo para o saque está mais curto, então tudo é mais rápido. A cultura de treinamento muda. E com o decorrer do campeonato, isso pode ser um fator determinante. Amanhã (quinta-feira) teremos mais um adversário difícil, com um volume de jogo muito bom, forte no saque e no ataque. Vamos pensar um jogo por vez”, afirmou Renan Dal Zotto.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.