FIVB
FIVB

Sem jogar, dupla brasileira avança em etapa da Suíça do vôlei de praia

Ágatha e Duda vão enfrentar as americanas Larsen e Stockman pelas quartas de final, no sábado

Estadão Conteúdo

13 Julho 2018 | 18h45

Após três dias de competição na etapa de Gstaad, na Suíça, um evento cinco estrelas - a maior pontuação possível para definir o nível da competição - do Circuito Mundial de vôlei de praia, Ágatha/Duda segue na briga por medalhas. A dupla é a única representante do Brasil no torneio e garantiu uma vaga nas quartas de final da chave feminina sem precisar entrar em quadra nesta sexta-feira.

+ Brasil garante duas vagas nas oitavas de final em etapa suíça do vôlei de praia

+ Com oito duplas, Brasil busca 18º título na etapa da Suíça do vôlei de praia

+ Maria Elisa/Carol Solberg conquista a prata em etapa portuguesa do vôlei de praia

Com as duas vitórias na fase de grupos, Ágatha e Duda conseguiram classificação direta para as oitavas de final, quando enfrentariam Stubbe/van Iersel, da Holanda. No entanto, a dupla holandesa desistiu da partida, único compromisso das brasileiras na rodada, por motivos físicos. Agora nas quartas de final, enfrentarão Larsen/Stockman, dos Estados Unidos, neste sábado.

A dupla americana chegou às quartas de final após vencer outra parceria brasileira. Larsen e Stockman levaram a melhor sobre Maria Elisa e Carol Solberg, nas oitavas de final, por 2 sets a 1 (21/23, 26/24 e 15/13). Maria e Carol tinham passado pelas espanholas Lilian e Elsa, na repescagem, por 2 a 1 (21/18, 16/21 e 15/9).

Outro time brasileiro no torneio, Taiana e Carol Horta também não passaram da primeira partida desta sexta-feira, quando foram superadas por Murakami/Ishii, do Japão, por 2 sets a 0 (21/19 e 21/15).

O dia também marcou a eliminação da última dupla brasileira restante no torneio masculino. Pedro Solberg e Bruno Schmit chegaram às oitavas de final e enfrentaram os noruegueses Anders Mol e Christian Sorum. A dupla da Noruega levou a melhor por 2 sets a 1 (19/21, 21/18 e 15/12), deixando os brasileiros na nona posição.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.