CBV/Divulgação
CBV/Divulgação

Sem Tandara, Zé Roberto define 14 jogadoras para fase final da Liga das Nações

Disputa será entre os dias 3 e 7 de julho, na cidade de Nanquim, na China

Redação, Estadão Conteúdo

25 de junho de 2019 | 16h52

Sem poder contar com a oposta Tandara, que sentiu um desconforto na região abdominal durante treinamento na semana passada em Saquarema (RJ) e será poupada para o Pré-Olímpico, em agosto, o técnico José Roberto Guimarães definiu as 14 jogadoras da seleção brasileira de vôlei para a disputa da fase final da Liga das Nações, entre os dias 3 e 7 de julho, na cidade de Nanquim, na China.

A seleção será formada pelas levantadoras Macris e Roberta; pelas opostas Paula Borgo e Lorenne; pelas ponteiras Natália, Gabi, Amanda e Tainara; pelas centrais Carol, Bia, Mara e Mayany; e pelas líberos Léia e Natinha. Após uma semana de folga, as jogadoras se reapresentaram nesta terça-feira, em Barueri (SP), e o embarque para a China será na noite desta quarta.

As seis equipes classificadas para fase final são China (1.º), Estados Unidos (2.º), Brasil (3.º), Itália (4.º), Turquia (5.º) e Polônia (6.º). China, Itália e Turquia formarão o Grupo A, enquanto que Estados Unidos, Brasil e Polônia estarão no B. As equipes se enfrentarão nos seus respectivos grupos e as duas melhores de cada passarão às semifinais da competição.

O Brasil estreará na etapa decisiva no dia 4 de julho, uma quinta-feira, às 4 horas (de Brasília), contra a Polônia. No dia seguinte, no mesmo horário, o time nacional terá pela frente os Estados Unidos.

Novidade na equipe para a fase final da Liga das Nações, a central Carol comentou sobre a expectativa para voltar a defender o Brasil. "Estou muito feliz de estar de volta. Acompanhei os jogos da seleção e deu para ver que a equipe está em um bom momento e com uma energia boa. Espero poder ajudar o grupo e fazer o meu melhor nessa fase final. Vamos enfrentar dois times de escolas diferentes. Será muito importante sacarmos bem em todas as partidas. Serão jogos duros e vamos buscar crescer a cada partida já pensando no nosso principal objetivo dessa temporada que é o Pré-Olímpico", disse.

Zé Roberto Guimarães comentou sobre o momento atual do time e analisou o primeiro adversário das brasileiras na fase final. "Nesses últimos anos foi a primeira vez que conseguimos voltar para casa antes da fase final e isso foi muito positivo. A Polônia será nosso primeiro adversário e evoluiu bastante. É uma equipe muito regular. A Smarzek (oposta) tem sido a principal jogadora delas, com uma média de pontos de 25 a 30 pontos por jogo. Ela tem sido o ponto de apoio da Polônia. Teremos que evoluir tanto no nosso saque como na relação entre o bloqueio e a defesa", afirmou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.