Divulgação
Divulgação

Semis do Sul-Americano de clubes de vôlei estão definidas

Neste sábado, Cimed encara o Sada/Cruzeiro, enquanto Brasil Vôlei Clube/São Bernardo pega o Vivo/Minas

10 de outubro de 2009 | 00h21

Os confrontos das semifinais do Campeonato Sul-Americano masculino de clubes de vôlei foram definidos nesta sexta-feira, no Ginásio Capoeirão, em Florianópolis. No primeiro duelo do dia, a Cimed venceu o Brasil Vôlei Clube/São Bernardo por 3 sets a 0 (25/21, 25/19 e 25/19), em 1h23, e garantiu o primeiro lugar do Grupo A. Em seguida, o Vivo/Minas superou o Sada/Cruzeiro no clássico mineiro e assegurou a liderança da chave B: 3 sets a 0 (25/21, 25/17 e 25/22), em 1h21.

Com os resultados, Cimed e Cruzeiro farão a primeira semifinal deste sábado, a partir das 10 horas, em São José (SC). São Bernardo e Minas entrarão em quadra no mesmo local logo depois, às 12 horas, para a disputa da outra semi.

O campeão continental, que será conhecido no domingo, ganhará uma vaga no Mundial de clubes em Doha, no Qatar, entre 3 e 8 de novembro. Apenas os times brasileiros vão brigar pelo título sul-americano, já que as quatro equipes de fora do País foram eliminadas na quinta.

Técnico da Cimed, Marcos Pacheco aproveitou a partida desta quinta para preparar a equipe para os jogos decisivos. "Depois das duas primeiras rodadas, precisávamos enfrentar um adversário difícil para pegar velocidade e ritmo para a semifinal. Por isso preferi escalar a equipe titular, mesmo com a classificação garantida", explicou Pacheco.

Do outro lado, Rubinho, treinador do time do ABC paulista, optou pela estratégia inversa. Como a vaga estava garantida, poupou seus principais jogadores.

"A nossa situação é diferente. Estamos vindo de um campeonato muito pesado, que é o Paulista. Nosso calendário está apertado. Em algum momento teríamos que poupar alguns jogadores. Aproveitei também para dar rodagem aos jogadores mais jovens. Vamos precisar deles para os próximos jogos", comentou.

Com a liderança do Grupo B garantida, o técnico Marcão, do Minas, já pensa no confronto contra o São Bernardo. "Vamos estudar a equipe adversária esta noite. Teremos um tempo curto para recuperar os jogadores e temos que aproveitar ao máximo", afirmou.

Talmo de Oliveira, comandante do Cruzeiro, aproveitou a partida para colocar todo o time em quadra. "Tentamos entrar com um time forte para vencer o primeiro set, mas o Minas manteve a regularidade em todos os fundamentos. Então, resolvemos mudar de estratégia e aproveitar para preparar todos os jogadores para a semifinal. Sabíamos que qualquer confronto da próxima fase seria muito difícil", declarou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.