CBV/Twitter
CBV/Twitter

Sesi supera Taubaté e leva decisão da Superliga masculina para o 5º jogo

Time da capital paulista faz 3 sets a 1 sobre equipe do interior, com parciais de 25/22, 25/23, 18/25 e 25/21

Redação, Estadão Conteúdo

05 de maio de 2019 | 00h15

O Sesi-SP derrotou o Taubaté por 3 sets a 1, com parciais de 25/22, 25/23, 18/25 e 25/21, e forçou neste sábado a disputa do quinto jogo na final da Superliga masculina. Com o triunfo na Arena Suzano, o Sesi empatou a série em 2 a 2, exigindo a disputa da partida decisiva, no próximo sábado, com seu mando. 

Se o Taubaté tivesse vencido nesta noite, o título já estaria decidido. A equipe é comandada por Renan Dal Zotto, que se divide entre esta função e o comando da seleção brasileira masculina

Em um ginásio lotado, com maioria da torcida do Taubaté, o Sesi começou melhor e faturou o primeiro set com inesperada facilidade. No segundo, o time voltou a sair na frente, mas desta vez viu o rival empatar e equilibrar o duelo, decidido ponto a ponto até o Sesi fechar mais esta parcial. 

Já o terceiro set foi o ponto fora da curva da partida. Abusando dos erros, o Sesi caiu de rendimento e o Taubaté abriu boa vantagem desde o início. Nos pontos finais da parcial, o Sesi aliviou e já começou a pensar no set seguinte. Sem maiores dificuldades, o Taubaté fechou a parcial e se manteve vivo no duelo.

No quarto set, o confronto se tornou ainda mais equilibrado. As equipes disputavam ponto a ponto, sem abrir vantagem, o que aconteceu somente nos pontos finais, quando o Sesi caprichou no saque e o Taubaté cometeu uma série de erros, sacramentando o triunfo da equipe que estavam em desvantagem na série até então.  

"Como eu falei antes, a gente em nenhum momento no esporte profissional temos que pensar no que aconteceu, principalmente numa série de cinco jogos. Estamos com a mentalidade certa, vamos para o quinto, os dois clubes merecem, o espetáculo está maravilhoso", disse Lipe, eleito o melhor jogador da partida, em entrevista ao canal Sportv.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.