Sesi vence Pinheiros e segue invicto na Superliga

O Sesi manteve a sua campanha perfeita na Superliga Masculina de Vôlei ao derrotar o Pinheiros/Sky, na noite de sábado, por 3 sets a 1, com parciais de 29/31, 25/17, 25/19 e 25/21, em partida recheada de jogadores consagrados. Com a vitória sobre a equipe de Giba, Rodrigão e Gustavo, o time de Murilo, Serginho e Sidão acumula dez triunfos e segue invicto. Já o Pinheiros soma seis vitórias e quatro derrotas. O oposto Wallace foi o destaque vitória do Sesi, com 24 pontos.

AE, Agência Estado

19 de dezembro de 2010 | 10h06

"Foi um grande clássico. E num jogo como esse a temperatura tem que subir mesmo porque todos querem ganhar. Algumas indefinições fizeram com que a galera tentasse ganhar no grito. Foi bom porque aproveitamos a oportunidade de jogar em casa. Estamos pensando jogo a jogo. Agora, estou com a cabeça já no BMG/São Bernardo, o próximo adversário", avaliou o técnico Giovane Gavio, do Sesi.

O Sada Cruzeiro se impôs em casa e bateu o Medley/Campinas por 3 sets a 0, com parciais de 25/23, 25/21 e 25/23. Assim, agora está com oito vitórias e duas derrotas na Superliga. Já o Campinas sofreu a sua sexta derrota seguida. O oposto Wallace foi o principal destaque da vitória, com 16 pontos. E o técnico Marcelo Mendez fez uma avaliação positiva do desempenho do Sada Cruzeiro no início do campeonato.

"Foi muito bom. Perdemos apenas duas partidas. O tive está correspondendo ao planejado e evoluindo a cada jogo. O entrosamento também está cada vez maior. Temos que continuar trabalhando para melhorar ainda mais e chegar bem aos playoffs", afirmou Mendez.

O Vivo/Minas sofreu a sua primeira derrota em casa na Superliga. A equipe mineira foi superada pelo Vôlei Futuro por 3 sets a 2, com parciais de 19/25, 25/23, 23/25, 28/26 e 15/12. Com o triunfo, a equipe paulista se recuperou, já que havia perdido as duas partidas anteriores.

Em casa, o Londrina/Sercomtel alcançou a terceira vitória seguida na Superliga ao superar o Santo André/Spread por 3 sets a 0, com parciais de 25/18, 25/21 e 25/19. Os ponteiros Gaúcho, do time paranaense, e Orlando, da equipe paulista, foram os maiores pontuadores da partida, com 12 acertos cada um.

O Volta Redonda conseguiu a sua quarta vitória na Superliga ao bater, em casa, o Fátima/Medquímica/Sogipa por 3 sets a 2, com parciais de 25/20, 20/25, 25/19, 21/25 e 15/12. O meio de rede Mudo da equipe carioca, com 20 pontos.

Em casa, o BMG/São Bernardo superou São Caetano/Tamoyo, de virada, por 3 sets a 2, com parciais de 12/25, 24/26, 27/25, 25/21 e 15/12, e acumula cinco vitórias na Superliga. Já o São Caetano ainda não venceu na competição.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.