Divulgação/CBV
Divulgação/CBV

Sheilla: 'Faltou experiência ao São Caetano na Superliga'

Jogadoras da equipe do ABC paulista lamentam os erros do time na hora decisiva do campeonato

Rafael Vergueiro, estadao.com.br

15 de abril de 2009 | 17h29

Após uma campanha com muitos altos e baixos, o São Caetano/Blausiegel (SP) não conseguiu atingir seu principal objetivo na Superliga feminina de vôlei: chegar até a decisão. Na última terça, foi eliminado da competição ao ser superado fora de casa pela Finasa/Osasco (SP) na semifinal. Agora, disputa o terceiro lugar contra o Brasil Telecom (SC) na sexta.

Veja também:

linkOsasco bate São Caetano e faz final da Superliga feminina

"Acho que faltou mais confiança, o grupo delas é mais experiente, o nosso não está muito acostumado com decisões. No geral, o time jogou muito mal", destacou Sheilla, campeã olímpica com a seleção brasileira nos Jogos Olímpicos de Pequim.

Ao lado de Mari e Fofão, ela foi repatriada no início da Superliga. O objetivo do time do ABC paulista ao trazer estas estrelas era se 'intrometer' na hegemonia de Finasa e Rexona/Ades (RJ), que decidirão o torneio pela quinta vez consecutiva.

Além das medalhistas de ouro em Pequim, o São Caetano conta com outras atletas de bom potencial, como a líbero Suellen e Andréia. No entanto, a falta de experiência das jovens jogadoras pesou na hora decisiva.

"Faltou tudo, passe, levantamento, defesa, bloqueio, não tem como explicar. A gente jogou muito mal, não lembro de um jogo tão ruim como este na Superliga. Nunca vi nada parecido", lamentou Mari após a partida contra a equipe de Osasco.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.