STJD suspende Bob por 60 dias por uso de maconha

Suspenso preventivamente por 30 dias, após ter teste positivo para maconha, o oposto Bob, do Santander/São Bernardo, foi punido por 120 dias nesta quarta-feira, pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD). Metade da pena, porém, foi convertida em cestas básicas.

AE, Agencia Estado

20 de maio de 2009 | 21h00

O jogador, flagrado no antidoping durante a Superliga Masculina de vôlei, terá que cumprir 60 dias de suspensão e pagará 10 cestas básicas no valor de R$ 100. A conversão da pena foi um pedido da defesa do atleta.

A punição, no entanto, terá pouco efeito prático, já que o Santander não disputa nenhuma competição no momento. O calendário do vôlei nacional está concentrado nos torneios que serão disputados pelas seleções masculina e feminina. A Superliga e os torneios regionais só voltarão a ser realizados no final do ano.

Bob foi flagrado no exame no dia 20 de março ao fim da partida contra o Unisul/Tigre/Joinville, pelas quartas de final da Superliga. O oposto marcou 13 pontos no jogo e foi um dos destaques da sua equipe. O teste deu positivo para a substância delta-9-tetraidrocanabinol, presente na maconha.

Na sequência, Bob foi suspenso preventivamente por 30 dias, além de ter sido denunciado no artigo 244 (ser flagrado, comprovadamente dopado, dentro ou fora da partida) do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.