Superliga: Em jogo fácil, Finasa bate Vôlei Futuro por 3 a 0

Treinador Luizomar de Moura aproveita a partida tranquila para dar ritmo a algumas jogadoras reservas

Rafael Vergueiro - estadao.com.br,

06 de dezembro de 2008 | 13h55

Já na expectativa para o clássico da próxima quinta-feira contra o São Caetano/Blausiegel (SP), o Finasa/Osasco (SP) fez um jogo tranqüilo e bateu com tranqüilidade em casa neste sábado a fraca equipe do Vôlei Futuro (SP), de Araraquara, por 3 sets a 0, com parciais de 25/17, 25/13 e 25/14. O confronto, válido pela terceira rodada do segundo turno da Superliga feminina de vôlei, aconteceu no ginásio Prof. José Liberatti, em Osasco.O técnico Luizomar de Moura promoveu uma alteração com relação ao time que vinha jogando até o momento na competição nacional. Ele deixou de fora a levantadora campeã olímpica Carol Albuquerque e colocou em quadra Ana Tiemi.No entanto, a atleta não teve dificuldades para manter o nível da companheira e logo início o Finasa demonstrou sua superioridade sobre o adversário. Abriu 5 a 1 no marcador e obrigou o técnico Glaison Raimundo a pedir seu primeiro tempo. Mas o panorama do jogo não mudou e os únicos momentos de reação das visitantes aconteciam quando as mandantes relaxavam um pouco devido a facilidade da partida.Em dia inspirado, a ponta Sassá, eleita a melhor atleta do confronto, colocava todas as bolas no chão e ainda tinha excelente desempenho defensivo."É importante ver o grupo crescendo neste segundo turno, a gente pecou um pouco no primeiro turno e sabemos que agora a equipe está bem", declarou após o confronto a medalhista de ouro em Pequim.Após fechar o primeiro set em 25 e 17, o Finasa/Osasco também passeou na segunda parcial e ganhou por 25 a 13.RITMO DE JOGOCom a partida praticamente ganha, Luizomar aproveitou o terceiro set para fazer algumas alterações na equipe. Tirou Paula Pequeno e Adenízia para colocar Silvana e Bárbara. "Temos que dar ritmo de jogo para todas, principalmente agora, já que daqui para frente teremos partidas mais complicadas", declarou o técnico.Pelos lados do Vôlei Futuro, o treinador chegou a colocar todas as reservas em quadra, mas não conseguiu alterar o panorama do jogo.No set decisivo, a torcida presente no ginásio aproveitou para fazer muita festa e aplaudir as jogadoras. A capitã Paula Pequeno foi ovacionada ao ser substituída. Para fechar o jogo, o Finasa utilizou seu melhor fundamento até o momento na Superliga: o bloqueio, em um belo lance de Ana Tiemi.O time de Osasco ocupa agora a segunda posição na classificação geral da Superliga, com 14 pontos. Já o Vôlei Futuro é o oitavo, com 10.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.