Alexandre Arruda/CBV
Alexandre Arruda/CBV

Superliga terá playoff 'melhor de 5', mas final continua em jogo único

Competição em 26 de outubro no masculino e um dia depois no feminino

Estadão Conteúdo

03 Outubro 2016 | 18h34

A Confederação Brasileira de Vôlei (CBV) anunciou nesta segunda-feira a fórmula de competição da edição 2016/17 da Superliga, tanto no masculino quanto no feminino. A maior novidade é o aumento do número de jogos nos playoffs, com séries de melhor de cinco partidas nas quartas e na semifinal entre os homens e na semi entre as mulheres.

Até a edição passada da Superliga, os playoffs aconteciam sempre em melhor de três partidas, com um time matando a série com duas vitórias. Agora, o aumento no número de partidas deve ampliar também a competitividade. O que não muda é que a final continua em jogo único, no Estado do time com melhor campanha na fase de classificação. O modelo, bastante criticado, segue em voga porque, assim, há a garantia de transmissão do jogo do título pela Rede Globo.

A competição começa em 26 de outubro no masculino e um dia depois no feminino. Entre os homens, são 12 clubes, sendo a novidade o Caramuru Castro, do Paraná, que ganhou a Superliga B na temporada passada. No feminino, o número de clubes é o mesmo, com a chegada do Fluminense, que inclusive ganhou o Campeonato Carioca no mês passado, batendo do Rexona-Sesc.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.