Suzano contrata Giovane e Marcelinho

Com os reforços do ponta Giovane e do levantador Marcelinho, o time de vôlei de Suzano apresentou ontem seu novo patrocinador: a escola de idiomas Wizard, parceira do time desde 1996. A intenção é deixar para trás os maus resultados dos últimos três anos e voltar a disputar a final da Superliga. O supervisor João Marcondes provocou: "Vamos tirar a hegemonia do Minas, sim!"Com a contratação de Giovane, vice-campeão da Superliga pelo Banespa na temporada passada, João Marcondes acredita que o time ganhou um líder em quadra. "Este ano vi o Banespa como um time comum como o Suzano, mas eles tinham um jogador com diferencial: o Giovane."A equipe de Suzano conquistou um título brasileiro pela última vez na temporada 1996/97, quando Giovane fazia parte do seu elenco. Agora, o time comandado pelo técnico Ricardo Navajas terminou em quinto lugar na Superliga, vencida pelo Minas.O supervisor credita os maus resultados dos últimos três anos aos antigos patrocinadores. "Levamos tombos muito grandes (com Fenabb Zip.Net e Targifor C). Quando acabava uma temporada, só pensávamos em manter uma equipe em Suzano, sem poder pensar nas peças certas para o próximo ano?, explicou. João brinca: "Cebola, se prepara!" (Carlos Alberto Castelheiro, o "Cebola", e o técnico do time mineiro, tricampeão da Superliga).Além do título brasileiro, a intenção é brigar no vôlei paulista, hoje hegemonia do Banespa. "O Montanaro (gerente do Banespa) vai ter trabalho este ano."Em 2001, Suzano ficou fora da final paulista - com Banespa e Palmeiras. Daquele grupo, decidiu manter apenas o líbero Paulinho e o atacante Dentinho. Marcelo Negrão, que se recupera de cirurgia no joelho, já não tem contrato com a equipe, mas vai fazer o trabalho de fisioterapia em Suzano. "Seu retorno às quadras está previsto para setembro. Só depois disso vamos conversar sobre a volta dele ao time", afirmou o supervisor.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.