JF Diorio/Estadão
JF Diorio/Estadão

Tandara e Tifanny empatam duelo com 31 pontos, e Osasco bate Bauru

Encontro entre pontuadoras da Superliga Feminina termina com vitória do time da casa por 3 sets a 2

Paulo Favero, Estadão Conteúdo

02 de fevereiro de 2018 | 22h26

O esperado duelo de pontuadoras da Superliga Feminina de vôlei, nesta sexta-feira, em Osasco (SP), foi em alto nível. De um lado estava Tandara, que tem o maior número de pontos no geral pelo Vôlei Nestlé-SP. Do outro estava Tifanny, de Bauru-SP, a primeira trans a disputar a competição e que possui a melhor média de pontos por set do torneio. No final, as duas juntas marcaram 62 pontos.

+ Números de Tifanny, primeira trans na Superliga, provocam debates

Tandara foi a melhor da partida e ajudou o Vôlei Nestlé a vencer por 3 sets a 2 - parciais de 25/19, 25/20, 18/25, 19/25 e 15/10. A jogadora da seleção brasileira marcou 31 pontos. Do outro lado, Tifanny dificultou bastante as coisas e anotou outros 31 pontos.

O início da partida parecia que seria fácil para o time de Osasco, que abriu vantagem, controlou o set e fechou em 25 a 19. A história se repetiu na segunda parcial, quando o Vôlei Nestlé manteve a boa atuação e marcou 25 a 20. Tandara brilhava com pontos importantes e um bom jogo defensivo.

Na terceira parcial, o time de Bauru foi empurrado por Tifanny, que passou a virar muitas bolas e ajudou a sua equipe a fazer 25 a 18. No quarto set, com muitos erros da equipe de Osasco, o time do interior paulista manteve a eficiência e fez 25 a 19, levando o confronto para o tie-break.

Só que no quinto set brilhou a estrela de Tandara, que teve uma sequência incrível no saque e facilitou as coisas para sua equipe. No final, vitória por 15 a 10, para delírio dos torcedores no ginásio José Liberatti e prêmio de melhor jogadora do duelo para ela.

Se Tifanny contou com uma torcida própria que foi ao ginásio só para apoiá-la e teve respeito do público em geral, quem roubou a cena foi Tandara, com mais uma ótima atuação na Superliga. Com poderosos ataques e muita eficiência na defesa, ela comandou o time para chegar à sétima vitória seguida na competição. Por seu lado, Tifanny mostrou que bate forte, mas tem um pouco de dificuldade na defesa.

Tudo o que sabemos sobre:
TandaravôleiTifanny Abreu

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.