CBV/Divulgação
CBV/Divulgação

Tandara festeja volta a palco de título e pede 'muita cautela' ao Brasil em duelo

Seleção feminina vai enfrentar a Holanda onde faturou o Grand Prix, no ano passado

Estadão Conteúdo

25 Junho 2018 | 18h02

A seleção brasileira feminina de vôlei realizou nesta segunda-feira, em Nanquim, na China, o seu primeiro treino no ginásio que abrigará a fase final da Liga das Nações, na qual o time comandado pelo técnico José Roberto Guimarães vai estrear contra a Holanda na próxima quinta, às 8h15 (de Brasília), pelo Grupo A deste estágio da competição.

+ Seleção masculina estreia contra anfitriã França na fase final da Liga das Nações

Ao projetar o confronto, a oposta Tandara festejou o retorno da equipe nacional ao mesmo palco onde, no ano passado, faturou o título do Grand Prix, torneio que passou a ser substituído no calendário do vôlei feminino pela Liga das Nações.

"Temos lembranças muito boas desse ginásio pela história que construímos no ano passado. Saímos daqui com o título do último Grand Prix e isso é motivo de alegria para nosso time. Esse fator dá ainda mais força para nosso grupo. Espero que esse local continue trazendo conquistas para o Brasil", afirmou a jogadora, se referindo à decisão na qual a seleção venceu a Itália por 3 sets a 2 para assegurar o 12º título do Grand Prix para o Brasil, maior vencedor da história do torneio.

Tandara também pediu que as brasileiras tenham eficiência e sejam bastante cautelosas no confronto diante das holandesas, que já foram superadas pela equipe comandada por Zé Roberto em outra fase desta Liga das Nações.

"Tivemos um jogo bem difícil contra a Holanda na terceira etapa, mas conseguimos a vitória por 3 sets a 1. É um adversário que precisamos ter muita cautela e cuidado. Acredito que vamos precisar jogar muito bem taticamente. Teremos que fazer o que estudamos. O jogo com a China também será muito duro. Precisaremos de muita concentração para fazermos bons jogos nesta fase final", completou a oposta, em declarações reproduzidas pela Confederação Brasileira de Vôlei (CBV).

Após encarar as holandesas, o Brasil terá pela frente a anfitriã China em seu outro jogo pelo Grupo A nesta fase final, na sexta-feira, às 9h30, de Brasília. As duas primeiras colocadas desta chave, que conta apenas com estas três seleções, avançarão às semifinais da Liga das Nações. As outras duas equipes classificadas à semi sairão de um Grupo B que tem Estados Unidos, Sérvia e Turquia como integrantes.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.