Técnico da Espanha no vôlei promete dedicação total

Júlio Velasco diz que exigirá o mesmo dos jogadores e visa o Mundial de 2010 e a Olimpíada de 2012

EFE,

22 de dezembro de 2008 | 13h53

O técnico da seleção espanhola de voleibol pelos próximos quatro anos, Júlio Velasco, afirmou nesta segunda-feira, durante a sua apresentação oficial, que irá se dedicar integralmente ao time."Meu primeiro objetivo é identificar os jogadores e conhecê-los melhor. Por isso, já pedi para a federação que todos os atletas digam as suas grades de disponibilidade. Eu me dedicarei integralmente para poder exigir o mesmo deles", assinalou. Para o presidente da Federação Espanhola de Vôlei, Agustín Martín, Velasco é o maestro dos maestros. "É um dia muito importante para o voleibol espanhol e um privilégio poder apresentar o mítico Júlio Velasco. Estamos tentando contratá-lo há oito anos e agora felizmente tudo deu certo".Na apresentação, Velasco ainda falou sobre o futuro da Espanha no esporte. "Todas as minhas esperanças estão nos próximos quatro anos com a seleção espanhola de vôlei, que tem coisas positivas e outras nem tanto. Temos que potencializar o lado bom da equipe e encontrar soluções para corrigir o que está errado".Velasco também comentou sobre um possível retorno do ídolo Rafa Pascual à seleção. "Sempre gostei muito dele. É bom ter veteranos no time, mas colocar a juventude também é importante, temos um projeto para o Mundial de 2010 e os Jogos Olímpicos de Londres, em 2012", finalizou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.