Time de vôlei tem ajuda de psicólogo

Para enfrentar o invicto Telemig/Minas, nesta quinta-feira, às 20h30, em Suzano, o Zip.Net/Fenabb está apostando em consultas intensas com o psicólogo Jacob Goldberg, desde o dia 14, quando derrotou a Uneb por 3 a 1, no último compromisso da Superliga. De acordo com Goldberg, a idéia de jogar com o time sensação da temporada, líder nas estatísticas individuais de levantamento, ataque e recepção, faz com que o rival sinta-se inferiorizado e incapaz. "Os atletas estavam pelo menos com medo. Parece que fantasiam que o Minas vem com seis jogadores e eles, com três. Uma batalha entre o pigmeu e o gigante", comparou.O psicólogo foi quem comandou o treino da manhã desta segunda-feira e garante que agora o Suzano está preparado para derrubar o gigante. Em amistoso entre os titulares e reservas, alterou times de seis contra três. "É a projeção do psiquismo deles e a experiência deu certo. O Suzano, com três, superou o Minas, com seis."Explica que sua técnica não é a do psicólogo otimista, que classificou como folclórico - "vamos lá, você pode". Considera-se um indagador da potencialidade dos jogadores. "Você tem competência? Então mostre." É essa a técnica, segundo Goldberg, de fazer com que o atleta dê o máximo. "Por consequência adquire auto-confiança."O técnico Ricardo Navajas conta que o objetivo deste tratamento psicológico, iniciado há três meses, é dar aos atletas maior identidade de grupo. "É isso que o Minas tem. A base da equipe da temporada passada foi mantida. São mais entrosados e fica fácil sentir-se um grupo", opinou o treinador, que destaca o saque como outro ponto positivo do Minas. "Eles sacam como o vôlei moderno exige. Sem dar chance para o adversário. Coincidentemente esse é o nosso pior fundamento nas estatísticas da CBV (Confederação Brasileira de Vôlei), mas vamos melhorá-lo."Feminino - Pela oitava rodada do returno, o Rexona recebe nesta terça-feira, às 20h30 (com SporTV), o BCN/Osasco, em Curitiba.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.