Divulgação/FIVB
Divulgação/FIVB

Três duplas femininas avançam em etapa americana do vôlei de praia

Fernanda Berti e Bárbara Seixas, Maria Elisa e Carol Solberg e Ágatha e Duda faturaram sete vitórias nas areias

Estadão Conteúdo

04 Maio 2018 | 23h10

Três duplas femininas do Brasil avançaram nesta sexta-feira na etapa de Huntington Beach do Circuito Mundial de vôlei de praia. Fernanda Berti e Bárbara Seixas, Maria Elisa e Carol Solberg e Ágatha e Duda faturaram sete vitórias nas areias dos Estados Unidos, garantindo-se na sequência da disputa.

+ Em nova vida após maternidade, Dani Lins fica entre os treinos e a mamadeira

Fernanda Berti/Bárbara Seixas e Maria Elisa/Carol Solberg estão mais perto da decisão. Elas só precisam de uma vitória neste sábado para alcançar as semifinais. Nesta sexta, as primeiras superaram as alemãs Bieneck e Schneider por 2 sets a 0, com parciais de 21/18 e 21/15, e as canadenses Bansley e Wilkerson por 21/19 e 29/27.

Na briga pela vaga na semifinal, Fernanda e Bárbara vão enfrentar as locais Summer Ross e Sara Hughes. Bárbara entrará embalada em quadra após faturar nesta sexta sua 250ª vitória em etapas do Circuito Mundial.

Já Maria Elisa e Carol Solberg superaram as suíças Heidrich e Verge-Depre por 21/17, 16/21 e 15/13 e as alemãs Chantal Laboureur e Julia Sude por 21/18 e 21/16. Neste sábado, elas vão duelar com as canadenses Sarah Pavan e Melissa pela vaga na semifinal.

Ágatha e Duda, por sua vez, tiveram um caminho mais tortuoso para se manterem vivas na briga. Elas precisaram vencer três jogos nesta sexta: derrotaram as japonesas Ishii e Murakami (21/15 e 21/18), as compatriotas Taiana e Carol Horta (22/20 e 21/13) e as russas Kholomina e Makroguzova (21/15 e 21/12).

Neste sábado, elas terão mais uma sequência complicada pela frente. Para chegarem às semifinais, terão que buscar mais três triunfos. Já Taiana e Carol foram eliminadas nesta sexta após a derrota para as compatriotas na repescagem.

Mais conteúdo sobre:
vôlei de praia

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.