Unilever perde na semifinal do torneio na Suíça

A Unilever perdeu para o Rabita Baku na semifinal e vai disputar o terceiro lugar do Top Volley, tradicional torneio de vôlei feminino que acontece anualmente na Basileia, na Suíça. No jogo desta quarta-feira, a equipe carioca foi presa fácil para o rival do Azerbaijão e acabou sendo derrotada por 3 sets a 0, com parciais de 25/17, 25/22 e 25/22.

AE, Agência Estado

28 de dezembro de 2011 | 19h04

Agora, a Unilever disputará o terceiro lugar na tarde desta quinta-feira, contra o suíço Volero Zurich, de quem já perdeu por 3 sets a 1 na primeira fase do torneio. Enquanto isso, o Rabita Baku fará a final com o francês Cannes, que ganhou das donas da casa na outra semifinal, também realizada nesta quarta, por 3 a 0 (25/19, 25/15 e 33/31).

Para chegar à semifinal, a Unilever tinha enfrentado uma rodada dupla na terça-feira, quando venceu o Dinamo Bucareste (Romênia) e perdeu para o Volero Zurich. No jogo desta quarta, o técnico Bernardinho chegou a utilizar a oposto Sheilla, que vinha sendo poupada por causa do desgaste físico, mas nem isso foi capaz de evitar a derrota para o Rabita Baku.

"Durante a partida, conseguimos reverter alguns placares, mas, por falta de paciência, deixávamos o time adversário abrir novamente. O Baku é um time que sabe jogar, tem jogadoras experientes, rodadas", avaliou a central Valeskinha. "Faltou capricho em algumas bolas. Temos que errar menos. Em quadra, ganha a equipe que erra menos, não tem jeito."

Apesar da frustração por não poder conquistar o tricampeonato do Top Volley - já ganhou em 2006 e 2009 -, a Unilever não esconde que utilizou o torneio na Suíça como uma espécie de treino de luxo para a sequência da Superliga, que será retomada no dia 10 de janeiro. Por isso, Bernardinho tem aproveitado para testar jovens jogadoras no time carioca.

Tudo o que sabemos sobre:
vôleiUnilever

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.