Unilever vence e assume a ponta da Superliga Feminina

Time do técnico Berdardinho soma agora oito vitórias e 100% de aproveitamento na competição nacional

AE, Agencia Estado

22 de janeiro de 2010 | 23h41

Com muita facilidade, o Unilever (RJ) derrotou o Vôlei Futuro (SP) por 3 sets a 0 - com parciais de 25/17, 25/17 e 25/16 -, nesta sexta-feira, no ginásio do Maracanãzinho, no Rio de Janeiro, pela abertura da 11.ª rodada da Superliga Feminina de vôlei.

Agora com oito vitórias e 100% de aproveitamento até o momento, o time carioca, comandado pelo técnico Bernardinho, assumiu a liderança da competição. Com a mesma pontuação estão Sollys/Osasco (SP), Blausiegel/São Caetano (SP), Usiminas/Minas (MG), mas a Unilever leva vantagem nos critérios de desempate.

Uma expectativa para a partida não se concretizou nesta sexta. A ponteira Érika, da equipe carioca, precisava de 15 pontos para se tornar a maior pontuadora da Superliga, mas não conseguiu o feito - a líder é a oposta Elisângela, atualmente no Japão, com 3.379 pontos e Érika está seis atrás. A próxima chance será apenas na próxima sexta contra o Cativa/Opnnus (SC), em Brusque.

"Claro que existe uma ansiedade. Mas eu mesma só fiquei sabendo ontem [quinta]. Errei algumas bolas ali. Mas espero que no próximo jogo eu consiga, até para passar essa pressão", disse Érika ao canal SporTV.

Tudo o que sabemos sobre:
vôleiSuperliga FemininaUnilever

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.