Divulgação/CBV
Divulgação/CBV

Velocidade da Coreia do Sul preocupa seleção feminina na Liga das Nações

Seleções se enfrentam nesta terça-feira, na cidade holandesa de Apeldoorn

Estadão Conteúdo

28 de maio de 2018 | 16h58

Apesar do embalo de cinco vitórias seguidas na Liga das Nações, a seleção brasileira feminina de vôlei está atenta à velocidade da Coreia do Sul, rival desta terça-feira, na cidade holandesa de Apeldoorn. Para as jogadoras do Brasil, a agilidade das asiáticas será o maior fator de preocupação nesta abertura da terceira semana da competição.

+ Seleção feminina chega à Holanda para terceira semana da Liga das Nações

"É um time asiático que joga muito rápido, trabalha a mão de fora no bloqueio, além das mexidas", alertou a oposta Tandara. "É um jogo parecido com o do Japão. Estamos treinando muito e sabemos da importância dessa semana para nossa classificação à fase final. Esperamos fazer uma excelente semana para sairmos daqui com três vitórias."

Capitã e levantadora da seleção, Roberta também se mostrou preocupada com a velocidade das sul-coreanas. "É sempre difícil enfrentar as equipes asiáticas. Elas jogam com velocidade, muitas mexidas, batidas contra o corpo e sem tanta potência de ataque. Temos que jogar muito concentradas, com atenção no nosso saque e na defesa. Não será um jogo fácil e vamos tentar começar essa fase com vitória", projetou Roberta.

A partida desta terça está marcada para as 11h30 (horário de Brasília). Na sequência, as brasileiras vão enfrentar a Polônia e a anfitriã Holanda. O time comandado pelo técnico José Roberto Guimarães está em segundo lugar na tabela da competição, com 15 pontos. A liderança pertence ao Estados Unidos, com 16.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.