Violência no Rio adia decisão do estadual de vôlei

Um ônibus foi incendiado próximo do ginásio do Tijucas Tênis Clube, onde seria disputada a final

AE, Agência Estado

25 de novembro de 2010 | 16h14

A Federação de Vôlei do Rio de Janeiro adiou a final do Campeonato Carioca que seria disputada nesta quinta-feira, entre Unilever e Macaé Sports, no ginásio do Tijuca Tênis Clube. A entidade tomou a decisão motivada pelo clima de insegurança na capital fluminense.

A partida, que teria início às 21 horas, ainda não tem nova data para ser realizada. A Unilever busca seu oitavo título na competição, sob o comando do técnico Bernardinho. A equipe conta ainda com a líbero Fabi, a levantadora Dani Lins, a meio-de-rede Carol Gattaz e a oposta Sheilla, da seleção brasileira, vice-campeã mundial no Japão.

A nova onda de violência no Rio começou no domingo, com seguidos ataques de traficantes. Na tarde desta quinta, um ônibus foi incendiado próximo do ginásio do Tijucas Tênis Clube, onde seria disputada a decisão do Campeonato Carioca.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.