Vôlei: Brasil estréia na Liga Mundial

O técnico Bernardo Rezende, o Bernardinho, começa amanhã, de fato, o desafio de recuperar o prestígio da seleção brasileira masculina de vôlei no cenário mundial. O Brasil estréia na Liga Mundial contra a Holanda, pelo Grupo D. A SporTV exibe VT às 15 horas. Domingo enfrenta o mesmo adversário, em Groningen. Na sequência, a seleção fará mais dois jogos contra a Alemanha (dias 19 e 20, em Berlim) e outros dois contra os Estados Unidos (26 e 27, em Colorado Springs). A outra partida do grupo reunirá Alemanha e Estados Unidos. Os confrontos de volta acontecerão, em junho, nos dias 2 e 3, contra os norte-americanos (em Belo Horizonte), 9 e 10, contra os holandeses (em Fortaleza) e 16 e 17, com os alemães (no Recife). A Liga Mundial chega na 12.ª edição com a participação de 16 países - a Venezuela faz sua estréia este ano -, que disputarão vagas para a fase final em Katowice, na Polônia, de 25 a 30 de junho, e um prêmio para o campeão de US$ 500 mil - o total de premiação é de US$ 15 milhões. A Itália, campeã oito vezes, já embolsou US$ 10,4 milhões em prêmios, em 11 anos. A forma de disputa é a mesma do ano passado: o primeiro e o segundo colocados de cada grupo vão para a fase final. Polônia, por ser sede, tem vaga garantida entre as oito melhores seleções. A rodada de abertura terá também os seguinte confrontos: Grupo A: Itália x Argentina, Espanha x França; Grupo B: Rússia x Polônia e Grécia x Venezuela; Grupo C: Cuba x Portugal e Japão x Iugoslávia.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.