Vôlei: Brasil ganha no Sul-Americano

Mesmo com cinco titulares poupadas no banco de reservas, a seleção brasileira de vôlei feminino não teve dificuldades para derrotar o Uruguai por 3 sets a 0 (25/14, 25/12 e 25/9), em pouco menos de uma hora de jogo. Com isso, o Brasil irá decidir o título do Campeonato Sul-Americano neste domingo, às 18 horas (horário de Brasília), contra Argentina ou Venezuela, que jogam logo mais. Quem ganhar a final leva a vaga para a Copa dos Campeões, que acontece em novembro, no Japão.Como já estava classificado para a final, o técnico Marco Aurélio Motta resolveu testar as reservas e deixou Fofão, Virna, Érika, Walewska e Karin no banco. As únicas titulares em quadra foram a meio-de-rede Kely e a líbero Ricarda. Mesmo assim, o Brasil não perdeu o ritmo e arrasou as uruguaias. "Elas conseguiram manter o padrão de jogo. Isso é o mais importante", afirmou o treinador brasileiro."Sempre que enfrentamos um adversário tecnicamente inferior, corremos o risco de perder a concentração. E isso acontece porque não há rivalidade ou apelo para o jogo. Foi importante para nós, reservas, ganharmos ritmo", explicou a atacante Elisângela."Nesses jogos há sempre a possibilidade de a equipe tecnicamente superior se acomodar. Mais isso não aconteceu. O Brasil entrou determinado e não deu chance para qualquer zebra", completou Raquel.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.