Vôlei: Brasil pega a China motivado

Após uma estréia mais do que animadora no Campeonato Mundial ? uma vitória por 3 sets a 0 sobre a Polônia (25/18, 25/19 e 25/18) ? a seleção brasileira feminina de vôlei tem seu maior desafio na fase de classificação: a China. A partida, válida pelo Grupo D, será neste sábado, às 9h30, horário de Brasília.As chinesas entram em quadra como favoritas, pois venceram o Brasil por 3 a 1 nas duas partidas que disputaram recentemente, na Liga Mundial, mas isso não diminui o entusiasmo das brasileiras. ?Se conseguimos ganhar dois sets naquele torneio, três não é impossível?, diz a oposto Luciana. Para o técnico Marco Aurélio Motta, um bom saque será fundamental porque as adversárias, apesar da superioridade técnica, não têm bom ataque de fundo.A seleção deverá entrar em campo altamente motivada depois da boa apresentação desta sexta. A ansiedade da estréia, que poderia atrapalhar um grupo cuja única jogadora com experiência em Mundiais é a meio-de-rede Karin, não prevaleceu e o time chegou fácil à vitória. ?É muito importante começar com o pé direito?, disse a atacante Paula, maior pontuadora do jogo, com 16 pontos. ?O jogo de estréia sempre traz um pouco de nervosismo. Erramos em alguns detalhes, mas vamos tomar a partida como uma lição.?Motta não conseguiu sair de quadra totalmente satisfeito. ?Sacamos e recepcionamos com eficiência, além de conseguirmos virar as bolas com facilidade?, avaliou. ?Mas desperdiçamos muitos contra-ataques durante a partida e isto não poderá acontecer contra a China no próximo jogo.? Nesta sexta as chinesas venceram a seleção da Austrália por 3 sets a 0 (25/12, 25/08 e 25/16).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.