Vôlei de Praia: Brasileiros vão às finais na etapa australiana

Juliana e Larissa, Renata e Talita, e Pedro Solberg e Harley garantem medalha no abertura do Circuito Mundial

EFE

29 de março de 2008 | 12h45

As duplas brasileiras Juliana e Larissa, Renata e Talita, e Pedro Solberg e Harley asseguraram neste sábado vaga nas finais da primeira etapa do Circuito Mundial de vôlei de praia deste ano, em Adelaide, na Austrália, o que garante por antecipação três medalhas para o Brasil.   Na competição feminina, as atuais tricampeãs do Circuito Mundial, Juliana e Larissa, superaram as americanas Nicole Branagh e Elaine Youngs na semifinal por dois sets a zero (21-17 e 21-14).   "Larissa e eu sabíamos que seria muito importante iniciar esta temporada bem, para acertar nosso jogo. Esta temporada tem muita importância por causa dos Jogos Olímpicos, mas ainda temos quatro meses para finalizar a preparação", afirma Juliana, em alusão à Olimpíada de Pequim, no mês de agosto.   Pela outra partida das semifinais femininas na Austrália, um embate totalmente brasileiro: Renata e Talita venceram Ana Paula e Shelda por dois sets a zero (25-23 e 22-20), e enfrentarão as atuais campeãs pan-americanas na final da etapa, que será disputada neste domingo às 14h45 (1h15 de Brasília).   Ana Paula e Shelda ainda podem faturar a medalha de bronze caso vençam as americanas Branagh e Youngs na decisão do terceiro lugar, que também acontecerá no domingo, às 11h15 (22h15 de sábado, pelo horário de Brasília).   Pelas semifinais do campeonato masculino, Pedro Solberg e Harley bateram os americanos Todd Rogers e Philip Dalhausser, atuais campeões do mundo, por dois sets a um (21-19, 16-21 e 15-13), e jogarão contra a dupla chinesa Penggen Wu e Linyin Xu na final, às 13h30 de domingo (0h de Brasília).   "Foi uma grande vitória. Quando perdíamos por três pontos no tie-break, Harley começou a gritar, me provocando para o jogo. Isso nos inspirou para virar o placar e vencer a partida", conta Pedro. Na outra semifinal, os chineses derrotaram os americanos Jacob Gibb e Sean Rosenthal por dois sets a zero (21-19 e 21-15).

Tudo o que sabemos sobre:
Circuito Mundial de Vôlei de Praia

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.