Vôlei de praia: João Pessoa recebe último qualifying do ano

Disputa nesta quinta-feira será entre 60 duplas, 37 masculinas e 23 femininas; finais serão no próximo domingo

Redação,

10 de dezembro de 2008 | 16h43

As areias de Tambaú, em João Pessoa (PB), receberão nesta quinta-feira o último qualifying do ano do Circuito Brasileiro de Vôlei de Praia. A disputa será entre 60 duplas, 37 masculinas e 23 femininas, que lutarão pelas últimas 16 vagas no torneio principal. As 16 duplas classificadas no qualifying se juntarão a outras 32 pré-classificadas no torneio principal, a partir de sexta. No sábado, acontecerá a fase eliminatória do torneio principal, com a definição das parcerias finalistas. As decisões masculina e feminina, assim como as disputas de terceiro lugar, serão realizadas na manhã de domingo.Uma família em especial terá motivos de sobra para acompanhar os resultados do qualifying paraibano. Tradicional no iatismo, a família Grael torcerá unida por vitórias de Pedro, 29 anos, e Isabel, 23. Primos dos iatistas Torben e Lars Grael, os irmãos lutarão pelas vagas no torneio principal."Eu torço muito pelo Pedro. Assisto às partidas, me empolgo mesmo. Como ele é mais velho, me acostumei a ver os jogos dele nas categorias de base do Fluminense. Ele fica mais nervoso fora da quadra. Assiste um pouco das minhas partidas e sai de perto da quadra", conta Isabel.Pedro admite que não se sente bem acompanhando as partidas da irmã, mas garante que faz pensamento positivo mesmo quando não está assistindo aos jogos."É muito mais difícil quando estamos fora da quadra. Não dá para fazer nada além de torcer. Mas a Isabel está com uma parceira boa (a potiguar Érika) e vem jogando muito bem. Acho que neste momento eu preciso mais da torcida dela do que ela da minha", brinca Pedro, que em João Pessoa jogará pela primeira vez ao lado do carioca Fábio Guerra.No torneio feminino, a família Pladema também estará atenta ao desempenho das gêmeas cariocas Fernanda e Mariana, de 21 anos, parceiras de Carol Aragão e Naiara, respectivamente. Nos dois últimos qualifyings, as irmãs se cruzaram e quem levou a melhor foi Mariana, que venceu ambas e avançou para o torneio principal.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.