Sesc RJ Flamengo/Twitter
Sesc RJ Flamengo/Twitter

Após deixar a seleção da França, Bernardinho comanda Sesc nas quartas da Superliga feminina de vôlei

Oito equipes disputam vaga para as semifinais a partir desta sexta-feira; Dentil Praia Clube e Pinheiros abrem a etapa

Pedro Ramos, O Estado de S.Paulo

25 de março de 2022 | 10h00

A fase eliminatória da Superliga feminina de vôlei começa nesta sexta-feira com a promessa de grandes partidas, em especial, o duelo entre Osasco São Cristovão Saúde e Sesc RJ Flamengo. A partida será a primeira do técnico Bernardinho desde que deixou o comando da seleção francesa masculina na terça-feira e relatou que encerrou o vínculo para poder ficar mais perto da família. O ex-treinador da seleção brasileira destacou a dificuldade no confronto entre duas equipes que tiveram desempenhos similares na primeira fase. De volta ao Brasil e como manteve suas funções no time, Bernardinho retoma o comando total do Sesc.

“Teremos confrontos duríssimos pela frente, sem dúvida. Enfrentaremos uma equipe muito experiente, que conta com grandes jogadoras, campeãs por onde passaram e que chegam como favoritas à série. Cabe a nós trabalhar, estudar bastante e deixar o nosso melhor nos jogos. Conseguimos vir diminuindo nossos erros ao longo do segundo turno da Superliga, mas ainda temos de ser menos irregulares", avaliou.

Oito equipes disputam uma vaga nas semifinais da competição. Em caso de uma vitória para cada lado nos dois primeiros jogos, os quatro primeiros colocados da fase de classificação têm a vantagem de atuar a terceira e decisiva partida em casa.

Dentil Praia Clube (1º) x Pinheiros (8º)

O Dentil Praia Clube fez a melhor campanha da fase de classificação, com 20 vitórias em 22 partidas, e é o grande favorito no duelo. O time, que foi vice-campeão na temporada passada, conta com a ótima fase de Carol e da holandesa Anne Buijs. O adversário será o Pinheiros, que foi o último classificado e a única equipe com mais derrotas que vitórias. A equipe paulista ficou fora da fase de classificação na temporada passada, ao terminar na oitava posição. Na fase de classificação, o Praia Clube venceu as duas partidas com facilidade por 3 sets a 0. O primeiro jogo entre Pinheiros e Dentil Praia Clube será nesta sexta-feira, às 18h30, em São Paulo.

Jogos:

Sexta, 25/3 - 18h30 - Uberlândia

Segunda, 28/3 - 19h - São Paulo

*Se necessário o terceiro jogo

Sexta, 1º/4 - 18h30 - Uberlândia

Osasco São Cristovão Saúde (4º) x Sesc RJ Flamengo (5º)

Um duelo mais que conhecido no vôlei brasileiro volta a acontecer. Osasco São Cristovão Saúde e Sesc RJ Flamengo, cujos projetos já decidiram 11 finais de Superliga, voltam a se enfrentar em um jogo decisivo. A equipe paulista comandada pelo técnico Luizomar de Moura conta com as experientes Tandara, Fabi e Camila Brait, além de Tifanny, terceira maior pontuadora da primeira fase, e terá um desafio complicado pela frente. 

O Sesc RJ Flamengo vive um grande momento na competição e quer aproveitar a boa fase de oito vitórias seguidas. "A partir de agora, vale vitória, independentemente da classificação que tivemos. Estamos crescendo, mas ainda buscando o melhor como time", disse a central Juciely após a equipe vencer o Pinheiros no encerramento da primeira fase.

Essa será a primeira partida do técnico Bernardinho desde que ele deixou o comando da seleção francesa masculina na terça-feira. O vitorioso treinador explicou a estratégia para superar o Osasco. "Precisamos sacar bem, ser agressivos nesse fundamento. Temos de tirar as bolas da mão da Fabíola, deixando-a menos confortável para acionar as melhores opções de ataque. Do nosso lado, é fundamental também manter uma boa recepção e subir bola. Serão partidas onde precisaremos de paciência e manter volume de jogo nos colocará em condições de brigar de igual para igual", finalizou.

Jogos: 

Sexta, 25/3 - 21h - Osasco

Segunda, 28/3 - 21h30 - Rio de Janeiro

*Se necessário o terceiro jogo

Sexta, 1º/4 - 21h - Osasco

Itambé Minas (2º) x Barueri Volleyball Clube (7º)

Atual campeão, o Itambé Minas, de Carol Gattaz e Thaísa, MPV da temporada passada, fez 55 pontos na primeira fase, com 18 vitórias nas 22 partidas, e garantiu a segunda posição. Pela grande campanha, é apontado como o favorito para avançar de fase. Do outro lado do confronto, está o Barueri Volleyball Clube, do técnico Zé Roberto Guimarães, que vem de duas derrotas e perdeu os dois duelos para a equipe mineira, mas quer surpreender nos confrontos das quartas de finais. Os dois times se enfrentam neste sábado, às 19h, em Belo Horizonte.

Jogos:

Sábado, 26/3 - 19h - Belo Horizonte

Terça, 29/3 - 21h - Barueri

*Se necessário o terceiro jogo

Sábado, 2/4 - 19h - Belo Horizonte

Sesi Vôlei Bauru (3º) x Fluminense (6º)

O confronto entre Sesi Vôlei Bauru promete ser equilibrado já que nos dois jogos da fase de classificação o retrospecto foi de uma vitória para cada lado. A equipe paulista venceu todas as partidas em casa e também aposta no talento da oposta Nia Reed. A americana, de 24 anos, foi a maior pontuadora e terceira melhor sacadora de toda a primeira fase. O time foi semifinalista na temporada passada, mas acabou eliminado pelo Itambé Minas.

O Fluminense igualou sua melhor classificação na 1ª fase da Superliga, quando também obteve a sexta colocação na temporada 2017/2018. A equipe passou por reformulação do elenco e da comissão técnica e os resultados foram celebrados pelo técnico Guilherme Schmitz. Foram 12 vitórias em 22 jogos. "Enfrentamos dificuldades durante a temporada, mas com atletas qualificadas e uma equipe técnica experiente conseguimos superar os obstáculos e repetir nossa melhor classificação na Superliga", disse.

Jogos:

Sábado, 26/3 - 21h30 - Bauru

Terça, 29/3 - 21h30 - Rio de Janeiro

*Se necessário o terceiro jogo

Sábado, 2/4 - 21h30 - Bauru

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.