Waleska volta ao vôlei após retirar tumor da garganta

Campeã olímpica em Pequim/2008 com a seleção brasileira feminina de vôlei, a central Waleska voltou nesta terça-feira aos treinos no Vôlei Amil, equipe de Campinas. A jogadora foi submetida a uma cirurgia para a retirada de um tumor no pescoço, há cerca de um mês, mas já está recuperada para voltar a jogar.

AE, Agência Estado

20 de agosto de 2013 | 19h45

"Foi um susto, mas em nenhum momento pensei que o tratamento não fosse dar certo. Encarei como sendo uma cirurgia que eu tinha que passar e que logo estaria recuperada e de volta à quadra, como de fato aconteceu", conta Walewska.

A jogadora já está treinando com bola, mas num ritmo menos intenso que das companheiras de equipe. "Minha recuperação foi muito rápida. Na semana seguinte à operação eu já estava liberada para fazer a parte aeróbia e em duas semanas voltei a malhar. E só tenho a agradecer a Deus por tudo ter dado certo e agora é retomar minha vida normalmente com o Vôlei Amil", completou.

Walewska, de 34 anos, agora mira na continuidade da carreira. O retorno deve ser no Campeonato Paulista e depois na Superliga. "Agora é tudo gradativo. Não tenho nenhuma restrição. Só preciso ganhar mais condicionamento físico para aguentar o trabalho pesado de quadra. Só tenho que tomar um remédio todo dia e ganhei um cortinho no pescoço. De resto, está tudo ótimo", garante.

Tudo o que sabemos sobre:
vôleiWaleska

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.