FIVB/Divulgação
FIVB/Divulgação

Zé Roberto exalta apoio da torcida em Cuiabá em vitória sobre EUA no Grand Prix

Seleção brasileira venceu os Estados Unidos por 3 sets a 1 no ginásio Aecim Tocantins, em Mato Grosso

Estadão Conteúdo

23 de julho de 2017 | 17h30

O técnico da seleção brasileira feminina de vôlei, José Roberto Guimarães, fez questão de exaltar o comportamento dos cerca de 10 mil torcedores que compareceram ao ginásio Aecim Tocantins, em Cuiabá, na vitória da equipe sobre os Estados Unidos por 3 sets a 1, neste domingo, em resultado que garantiu o Brasil entre os seis melhores países da competição. Mesmo assim, o treinador pretende cobrar uma melhora no desempenho de suas comandadas.

"Temos que agradecer Cuiabá por ter nos recebido muito bem e a torcida foi fundamental para as nossas vitórias. Conseguimos treinar mais, recebemos o carinho de todos e apresentamos um voleibol melhor. Fico feliz pela atmosfera, por termos evoluído e pela classificação. Ainda precisamos evoluir e ter mais regularidade. Será muito importante jogarmos a fase final para enfrentarmos as melhores seleções do mundo", projetou Zé Roberto.

A ponteira Natália - maior pontuadora do jogo, com 19 acertos - reconheceu a necessidade de aumentar o rendimento para a próxima fase do torneio, mas também valorizou a força da equipe nesta terceira semana da competição - as brasileiras já haviam vencido a Bélgica (3 sets a 0) e a Holanda (3 a 1).

"Nosso time está de parabéns. Viemos com muita pressão para o Brasil e conseguimos realizar bem o nosso trabalho. Sabíamos que precisávamos vencer as três partidas e cada jogo aqui foi uma decisão. Agora, já temos que pensar na fase final. Sabemos que ainda temos muito o que melhorar, mas estamos no caminho certo e a atitude que demonstramos nessa semana foi fundamental para os resultados", avaliou Natália.

A central Adenízia procurou destacar a postura demonstrada pelas jogadoras na partida diante das norte-americanas. No entanto, a atleta admitiu que o time teve momentos de instabilidade nesta etapa do Grand Prix. "Tivemos altos e baixos na competição, mas esses dois últimos jogos foram muito bons. O que mostramos hoje é o Brasil, com garra, vibração e não desistindo em nenhum momento. Sabíamos da importância dessas vitórias e a torcida foi fundamental para esse resultado", enfatizou.

A vitória garantiu a subida do Brasil para o terceiro lugar na classificação geral do Grand Prix, com 18 pontos - conquistados com seis vitórias e três derrotas -, campanha que rendeu a vaga nas finais do campeonato ao selecionado nacional.

A liderança ficou com a Sérvia, que somou 22 pontos. Os Estados Unidos terminaram em segundo, com 19. A Itália foi a quarta colocada, com 16 pontos. A China, que sediará a fase final do Grand Prix, também está assegurada na próxima etapa, além da Holanda, que venceu a Bélgica por 3 sets a 2, em Cuiabá, também neste domingo, garantindo a presença em Nanjing.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.