Zé Roberto exalta chance de dar ritmo para todo grupo

Zé Roberto exalta chance de dar ritmo para todo grupo

Técnico da seleção alterna titulares e reservas entre dois primeiros jogos e todas da equipe dão conta do recado

Estadão Conteúdo

24 Setembro 2014 | 15h33

Mesmo poupando as titulares, a seleção brasileira feminina de vôlei não teve dificuldades para confirmar o favoritismo e ganhar de Camarões por 3 sets a 0, nesta quarta-feira, em Trieste, pela segunda rodada do Mundial da Itália. Para o técnico José Roberto Guimarães, o jogo foi importante para dar ritmo a todas jogadoras do grupo.

Diante de Camarões, Zé Roberto começou jogando com Fabíola, Tandara, Gabi, Natália, Adenízia e Carol, time bem diferente da estreia no dia anterior, quando o Brasil derrotou a Bulgária por 3 a 0. E as reservas deram conta do recado, somando a segunda vitória brasileira - a equipe ainda enfrentará Canadá, Turquia e Sérvia no Grupo B.

"A partida contra Camarões foi importante para dar ritmo de jogo para todas as jogadoras. Essa competição é longa e precisamos de todas as jogadoras bem", afirmou Zé Roberto, após poupar as titulares nesta quarta-feira. "Também foi positivo ver como Camarões está jogando. É um time que pode evoluir muito no futuro", completou. 

"Cometemos um pouco mais de erros do que ontem (diante da Bulgária), mas o importante foi a vitória e os três pontos. Não conhecíamos o time de Camarões e elas jogam com uma bola mais alta, no entanto, foi bom para ganharmos ritmo", contou Gabi, que foi um destaques do Brasil - a maior pontuadora do jogo, no entanto, foi Natália, com 18 pontos.

Mais conteúdo sobre:
vôlei seleção brasileira Zé Roberto

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.