Alexandre Arruda/CBV
Alexandre Arruda/CBV

Zé Roberto pede cuidado no Sul-Americano de Vôlei

Técnico respeita força dos adversários e não quer que seleção perca o foco

AE, Agência Estado

11 de setembro de 2013 | 17h53

CAMPINAS - Atual bicampeã olímpica, a seleção brasileira feminina de vôlei acaba de conquistar o título do Grand Prix. Diante disso, é a grande favorita na disputa do Campeonato Sul-Americano, que acontece de 18 a 22 de setembro, em Ica, no Peru. Mas o técnico José Roberto Guimarães valoriza a força dos adversários e pede cuidado ao time do Brasil.

"Vamos precisar de uma grande concentração neste Sul-Americano porque vale uma vaga no Campeonato Mundial e a hegemonia na América do Sul. Teremos a nossa força máxima porque é extremamente importante trazer esse título para o Brasil", explicou Zé Roberto, que convocou o mesmo grupo do Grand Prix, com reforço da levantadora Fabíola e da ponteira Natália.

O Sul-Americano leva apenas o campeão para a disputa da Copa dos Campeões, em novembro, e do Mundial, no ano que vem. E o Brasil defende uma hegemonia, depois de ter conquistado o título das últimas nove edições da competição. Pela ordem, a seleção brasileira enfrentará Chile, Colômbia, Argentina, Venezuela e Peru na disputa que acontecerá na cidade de Ica.

"Teoricamente, os adversários são mais fracos, mas a Argentina melhorou e deu trabalho para algumas seleções no Grand Prix. O Peru, jogando em casa, é sempre um time perigoso. A Colômbia também cresceu nesse período e tem um técnico brasileiro. Qualquer descuido pode ser fatal", afirmou Zé Roberto, ao avaliar os adversários do Brasil no Sul-Americano.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.