Zé Roberto prevê dificuldade para brasileiras contra Cuba

O técnico da seleção brasileira feminina de vôlei, José Roberto Guimarães, prevê dificuldades para a equipe na partida contra Cuba, às 23h30 desta sexta-feira, pela penúltima rodada da fase final do Grand Prix. "É um grande desafio, e um teste extremamente importante para o Brasil. Vamos encontrar um time motivado por uma seqüência de vitórias, também em outros torneios que disputaram. O Grand Prix continua sendo nossa preparação para os Jogos Olímpicos", afirmou o treinador. A partida é vista como uma final antecipada, já que a equipe vencedora ficará muito próxima do título.Por apresentar um padrão do das seleções de China, Itália e Estados Unidos - últimas adversárias do Brasil - as cubanas devem exigir uma maior concentração na defesa, segundo José Roberto. "Cuba tem um sistema de jogo diferente, com duas levantadoras, que atacam muito bem. Sabemos que a equipe cubana tem no ataque a sua força. Isso vai exigir ainda mais do nosso sistema defensivo", disse o treinador. Em busca do heptacampeonato, o Brasil lidera a classificação da fase final do Grand Prix, com três vitórias em três jogos. As cubanas têm a mesma campanha, mas estão atrás nos critérios de desempate. Japão, Estados Unidos e Itália têm uma vitória e duas derrotas e a China ainda não venceu.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.