Alexandre Arruda/Divulgação
Alexandre Arruda/Divulgação

Zé Roberto renova com seleção feminina de vôlei até Jogos do Rio

A CBV não informou, entretanto, se exigirá dedicação exclusiva ao cargo - Zé Roberto assumiu o Vôlei Amil, de Campinas, este ano

AE, Agência Estado

29 de novembro de 2012 | 18h53

RIO - A Confederação Brasileira de Vôlei (CBV) oficializou nesta quinta-feira a renovação com o técnico José Roberto Guimarães até os Jogos Olímpicos do Rio, em 2016. O treinador, assim, vai comandar a seleção feminina do Brasil na busca pelo tricampeonato atuando em casa. Zé Roberto também tem um título com o time masculino, conquistado em 1992.

"Já estava praticamente tudo acertado. O objetivo sempre foi a continuidade do trabalho do Zé Roberto, que levou o Brasil ao lugar mais alto do pódio nas duas últimas Olimpíadas. As questões que faltavam ser definidas já foram compostas e estamos comunicando oficialmente que ele continua", disse Paulo Márcio, superintendente técnico de seleções da CBV.

A CBV, porém, não informou se o novo vínculo de Zé Roberto, que está no comando da seleção feminina desde 2003 e completará 13 anos no cargo, exige dedicação exclusiva. O treinador voltou ao País nesta temporada, para assumir o time do Campinas/Amil, recém-criado, onde treina diversas jogadoras da seleção de jovens do Brasil, esperanças de renovação para este ciclo.

O acerto entre Zé Roberto e CBV vinha desde os Jogos de Londres, quando houve conversas preliminares com Ary Graça, presidente hoje licenciado da confederação - ele assumiu a Federação Internacional.

"Tive uma reunião com o Paulo Márcio para ajustar e formatar os desejos de ambas as partes. Estou muito feliz por poder representar o Brasil por mais quatro anos, com uma responsabilidade grande de fazer com que a equipe desempenhe um bom papel na Olimpíada que realizaremos dentro da nossa casa. Meu desejo sempre foi dar sequência a esse trabalho. Enquanto tiver essa vontade e, principalmente, esse orgulho de elevar o nome do nosso país, farei o meu melhor. Sempre", declarou Zé Roberto.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.